COTIDIANO

Reinício das obras depende apenas da homologação de acordo na Justiça

25 de junho de 2015 às 10:33
Publicidade

Cascavel – O terceiro e último encontro de conciliação extrajudicial, realizado na quarta-feira (24), pôs fim ao impasse entre as partes envolvidas no caso da construção do Shopping Catuaí em Cascavel, com a assinatura de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) por representantes do MPF (Ministério Público Federal), Ibama, IAP (Instituto Ambiental do Paraná), Município de Cascavel e Grupo BR Malls, o administrador do shopping.

No entanto, o empreendimento comercial somente estará autorizado a retomar a construção a partir da homologação do acordo na Justiça, o que está marcado para segunda-feira (29), às 18h, quando a decisão terá força de sentença.

Dentre outras questões, as medidas que foram definidas nas reuniões de conciliação preveem que o Shopping Catuaí custeie financeiramente uma área do Parque Ecológico Paulo Gorski a ser ampliada, possa adequar uma questão apontada por especialista e relacionada aos macacos do zoológico, além de colocação de cerca que impeça o acesso de pessoas às nascentes próximas do empreendimento comercial.

As obras do Shopping Catuaí foram embargadas por duas vezes e atualmente se encontram suspensas há pouco mais de um ano devido à ação civil pública movida pelo MPF.

(Com informações de Marcelo Machado)

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE