Reforma administrativa: Criada Superintendência da Ciência e Ensino Superior

A medida prevê a economia anual de R$ 10,6 milhões aos cofres públicos

Curitiba – Como parte da reforma administrativa proposta pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior, a Lei 19.848/19 cria a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. A medida prevê a economia anual de R$ 10,6 milhões aos cofres públicos, a partir da redução de pastas e extinção dos cargos comissionados e funções gratificadas.

A Superintendência fica vinculada à Governadoria do Estado e terá como objetivo a atuação no planejamento, coordenação e execução das atividades relacionadas ao ensino superior, inovação e novas tecnologias no Estado do Paraná.

Com o objetivo permanecer com uma estrutura eficiente e moderna para atender dois grandes eixos estruturais, a superintendência manteve a coordenação de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que tem no comando Aldo Nelson Bona.

Segundo ele, um dos desafios é transformar o conhecimento produzido pelas universidades em geração de riquezas para as diferentes regiões. “Queremos que esse conhecimento seja revertido em geração de renda para o Estado e para as instituições de ensino, resultando em patentes e produtos inovadores. Com isso, teremos um desenvolvimento direto das regiões abrangidas pelo sistema estadual de ensino superior”, afirmou.

Dentro das diretrizes para o desenvolvimento científico e tecnológico, Aldo Bona também destacou o trabalho de integração das universidades, institutos de pesquisa, laboratórios e outros setores do Governo. “Vamos atuar em conjunto com vários setores com o objetivo de garantir uma melhora na qualidade de vida dos paranaenses por meio das nossas instituições que são referências em diferentes saberes”.

Instituições

Além das Universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste (Unicentro), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Norte do Paraná (UENP) e estadual do Paraná (Unespar), ficam vinculados à administração da Superintendência o Fundo Paraná e a Unidade Gestora do Fundo Paraná, o Conselho Paranaense de Ciência e Tecnologia, o Conselho de Reitores de Universidades Estaduais do Paraná (Cruep), o Sistema Estadual de Parques Tecnológicos (Separtec) e a Universidade Virtual do Paraná (UVPR).

O suporte técnico, administrativo e financeiro para o desenvolvimento das atividades da superintendência será feito pela Casa Civil em conjunto com a Governadoria do Estado.

 



Fale com a Redação

20 + catorze =