Rachas e drogas são alvo de operação conjunta da polícia

Balanço da ação foi de oito pessoas encaminhadas, oito veículos apreendidos e 20 autuações de infração. Cerca de 100 policiais militares e civis participaram.

Motoristas praticantes de rachas foram surpreendidos por uma operação do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) na noite desta quinta-feira (13) em um posto de combustíveis no bairro Uberaba, em Curitiba. Localizado na Avenida Comendador Franco, o posto já havia sido denunciado como local de prática de corridas clandestinas e comércio de entorpecentes.

O balanço da ação foi de oito pessoas encaminhadas, oito veículos apreendidos e 20 autuações de infração. Cerca de 100 policiais militares e civis participaram da operação.

Segundo o delegado titular da Dedetran, Leonardo Carneiro, as investigações estão em andamento desde março deste ano, após diversas denúncias e casos de rachas. Ele afirmou que o trabalho de inteligência em conjunto foi fundamental para a operação. “Ações como essa são importantes para coibir as corridas clandestinas. Tivemos apoio de vários grupos da PM e da Polícia Civil neste posto de combustíveis, em que vários clubes de carros se organizavam para praticar os chamados rachas, com ingestão de bebida alcoólica”, explicou.

“Muitos acidentes com feridos e vítimas fatais ocorrem por causa de pessoas que fazem corridas clandestinas, colocando em risco a vida de outros e a própria integridade. Buscamos o apoio da Dedetran para coibir essa situação e tivemos um bom resultado”, avaliou o Comandante do BPTran, tenente-coronel Nasson Polak.

A operação iniciou-se por volta de 20 horas, com a reunião do efetivo policial na sede da Companhia Tático Móvel de Trânsito e a abordagem ocorreu por volta de 23 horas.

ABORDAGEM – A chegada das equipes surpreendeu dezenas de pessoas, enquanto um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Civil sobrevoou o local para auxiliar na localização dos envolvidos e de possíveis fugitivos. Dezenas de pessoas foram abordadas pelas equipes e um cão de faro da Companhia de Operações com Cães do Bope auxiliou nas vistorias aos veículos em busca de drogas e outros materiais ilícitos.

As equipes constataram oito veículos que participavam dos rachas e possuíam adulterações. Em um dos veículos, um Audi A3, ocupado por um casal, os policiais do Canil do Bope encontraram duas porções de maconha, escondidas no console do painel. O motorista acabou encaminhado para a assinatura de um Termo Circunstanciado. Os responsáveis pelos automóveis autuados foram encaminhados à Dedetran para confecção do Boletim de Ocorrência e outros trâmites de polícia judiciária.

Além da Dedetran e do BPTran, também atuaram na operação o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), o Grupamento Aéreo da Polícia Civil e a Companhia Tático Móvel de Trânsito do BPTran.



Fale com a Redação

dezesseis + 18 =