Em agosto de 2013, a educadora física Carol Emboava embarcou com Sara Lee em uma grande aventura: conhecer a América do Sul. Elas passaram por Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia e Peru. Com Sara Lee, percorreu aproximadamente 18 mil quilômetros. Após quatro anos conhecendo lugares incríveis, histórias e culturas diferentes, Carol chegou a seu destino final, Taubaté (SP). E a Sara Lee? É a sua bicicleta.

A educadora física registrava em suas redes sociais cada parte do percurso do projeto denominado Giramérica, uma viagem de cicloturismo pelo continente.

Carol conta que viajar pela América do Sul era um sonho antigo. “Há 12 anos comecei a pedalar com foco nas cicloviagens, porém, uma cirurgia no joelho me tirou de cima da bike e, assim, comecei a me interessar pelo montanhismo. Em 2012 eu dei umas pedaladas e me apaixonei novamente, não demorou nadinha para que eu comprasse a minha bike e os planos de viajar pela América do Sul voltassem”.

O roteiro da aventura

Carol conta que no início chegou a definir um roteiro, mas apenas um traçado, pois queria deixar espaço para as possibilidades que aparecessem em seu caminho. “Se decidisse ficar por mais um dia no lugar, eu ficava, se decidisse pedalar bastante no outro, pedalava. Explorar melhor a região dependendo do lugar em que estava também era uma opção. Tudo estava sujeito a mudanças, mas o rolê começou de Curitiba ao Ushuaia e subindo até o Peru, em resumo”, revela.

O medo

Carol viajou sozinha, apenas com a companhia de sua bike Sara Lee, e hoje conta que é, sim, perigoso viajar sozinho, seja homem ou mulher. “Não importa se você é mulher ou não, é perigoso viajar sozinho de qualquer maneira. Assim como é perigoso pedalar na cidade, devido ao trânsito caótico somado de pressa dos motoristas inconsequentes”, diz.

“Viver é perigoso, seja onde for. Tenho plena consciência de que estar sozinha aumenta mais os riscos, mas meu foco foi outro. Tanto porque se eu me importasse com o medo eu não sairia de casa”, acrescenta.

Resumo da viagem

Para contar sobre a experiência de viajar quatro anos e passar por seis países de bicicleta, a educadora física Carol Emboava estará em Cascavel neste sábado (19), no auditório da delegacia de Cascavel do CRM PR (Conselho Regional de Medicina do Paraná). “Vou contar um pouco de como surgiu a ideia de fazer a viagem, falar um pouco do planejamento e das coisas que aconteceram. São histórias de viagem que espero que, de alguma forma, sirvam de inspiração para algumas pessoas, não somente para viajar de bicicleta, mas como histórias de vida mesmo”.

Serviço:
O que: Palestra com Carol Emboava
Quando: Dia 19 de maio, às 19h
Onde: Auditório do CRM – Rua Jequitibá, 559, Bairro Tropical, Cascavel
Valor: Ingressos a R$ 75 e estão disponíveis no site da Via Expressa (viaexpressabike.com.br)
Informações: (45) 3223-6791 e 99931- 7759