Assis Chateaubriand – Uma investigação da Polícia Civil de Assis Chateaubriand, que durou quatro meses, desmantelou uma quadrilha de traficantes que abastecia o crime no Rio de Janeiro. Este era um dos destinos da droga, segundo a polícia, que investiga outras possíveis rotas para onde a maconha era levada.

A averiguação começou a partir de uma apreensão de duas toneladas de maconha na PR-486, que liga Assis Chateaubriand a Brasilândia do Sul. “Na época, dois homens foram presos e continuam detidos por tráfico de drogas. A partir das diligências, conseguimos identificar outros dois envolvidos, um homem de 35 anos, que é técnico de enfermagem e servidor público em Toledo, e o outro de 37 anos, também de Toledo”, explica o delegado da Polícia Civil em Assis, Henrique Lacerda.

Os dois homens presos na manhã de ontem a partir de mandados de prisão faziam parte da logística, do transporte e da comercialização das drogas. Também foram feitas buscas nas casas dos detidos. “Foram apreendidos três celulares e dois chips de celulares na casa dos acusados, que responderão por tráfico de drogas e associação ao tráfico”.

Segundo a Polícia Civil, apenas os quatro envolvidos faziam parte da associação criminosa, mas a investigação continua para saber se a droga era distribuída para facções criminosas.