Polícia Federal cumpre mandados contra fraude eleitoral no Paraná

Zona Eleitoral de Pinhais detectou que foram realizadas ao menos 75 transferências utilizando comprovantes de endereço falsificados

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (14), a Operação FAKE ADDRESS visando investigar ao menos 75 transferências de domicílio eleitoral com utilização de comprovantes de endereço falsificados.

UNIMED OUTUBRO

Policiais Federais estão cumprindo quatro mandados de busca e apreensão em endereços dos investigados, inclusive no gabinete de uma vereadora na Câmara Municipal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Em razão da Pandemia, a Justiça Eleitoral permitiu que as transferências de domicílio eleitoral fossem realizadas através de sistema eletrônico, denominado TITULONET.

Recebidos os pedidos, o Juízo da 188ª Zona Eleitoral de Pinhais detectou que foram realizadas ao menos 75 transferências utilizando comprovantes de endereço falsificados.

Após tratamento inicial dos requerimentos pelo Juízo Eleitoral, análise e reunião de informações complementares pelo Ministério Público Eleitoral foi requisitada instauração de inquérito policial, que foi instaurado em junho de 2020.

Durante as investigações foi possível vincular tais pedidos a assessores de vereadora em exercício e candidata à reeleição.

Além das transferências irregulares, com utilização de documentação falsa, identificou-se indícios de que as multas eleitorais dos títulos com situação eleitoral irregular foram pagas pelos investigados.

Há evidências de que a estrutura da Câmara Municipal de Vereadores foi utilizada para cometimento do crime.

ALEP Outubro e Novembro

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação