A Polícia Civil do Paraná (PCPR) lavrou 17 flagrantes e um Termo Circunstanciado por videoconferência em plantão realizado das 9h de sexta-feira (24) às 9h de sábado (25), no Litoral do Estado.

Entre os crimes cometidos estão, seis casos embriaguez ao volante, quatro de tráfico de drogas, três de violência doméstica, um de receptação, um de vias de fato, um de furto simples, um de importunação sexual e um de calúnia.

Em Matinhos foram registrados sete flagrantes, sendo um por vias de fato, um por lesão corporal de violência doméstica, um por furto, dois por tráfico de drogas e dois por embriaguez ao volante.

Já em Pontal do Paraná foram registrados seis. Um por importunação sexual, um por embriaguez ao volante, dois por lesão corporal de violência doméstica e dois por tráfico de drogas.

E em Guaratuba foram quatro flagrantes, sendo três por embriaguez ao volante e um por receptação.

Um Termo Circunstanciado, referente à calúnia, foi registrado em Morretes.

CENTRAL DE FLAGRANTES – A estrutura, que funciona dentro da Delegacia da PCPR em Matinhos, atende casos ocorridos em Guaratuba, Matinhos, Pontal do Paraná, Antonina e Morretes.  A equipe de plantão na Central de Flagrantes é responsável por lavrar os flagrantes da própria cidade e das demais.

As forças policiais, quando prendem alguém em flagrante, conduzem o suspeito para a delegacia da respectiva comarca. Assim, se a pessoa foi presa em Pontal do Paraná, esta é apresentada na delegacia da PCPR naquela cidade. Então, por videoconferência, o flagrante é lavrado pela equipe especializada da Central de Flagrantes que fica em Matinhos.

A tecnologia empregada e a atuação de policiais civis especializados trazem mais velocidade ao atendimento de flagrantes. Isto traz mais segurança para o litoral, pois as equipes de todas as forças policiais passam menos tempo nas delegacias, podendo estar nas ruas combatendo a criminalidade.

(AEN)