Publicidade

AGRONEGÓCIO

Planejamento agrícola: tarefa crucial para agricultura sustentável e lucrativa

23 de novembro de 2023 às 15:13
Publicidade

Tendo um território com mais de 850 milhões de hectares, o Brasil tem mais de 350 milhões destas áreas ocupadas pelos estabelecimentos agropecuários, segundo o último Censo Agropecuário realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mesmo sentido, a produtividade na agricultura brasileira cresceu 400% entre 1975 e 2020, de acordo com estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Todavia, com a existência de muitas formas de plantar numa mesma área para aumentar a produtividade, uma delas, pode ser, a mais econômica e sustentável para o melhor aproveitamento da área. E para saber qual a melhor delas é necessário fazer o planejamento agrícola.

Para João Camelini, coordenador técnico da TECGRAF AGRO, empresa de tecnologia em computação gráfica focada em fornecer soluções para projetos agrícolas, uma vantagem obtida por meio do planejamento agrícola, que resulta em benefícios ambientais e econômicos combinados é o projeto de aplicação de defensivos e adubos. Utilizando essa estratégia de trabalho, é possível aplicar apenas e tão somente o necessário, evitando a contaminação de recursos naturais pelo excesso e, ao mesmo tempo, economia de investimento em insumos.

Buscando promover a utilização das terras de forma sustentável e lucrativa, a TECGRAF AGRO oferece a tecnologia AGROCAD. Com o uso da tecnologia AGROCAD é possível fazer o planejamento agrícola e ter conhecimento, aproveitamento o melhor das áreas disponíveis, ao invés de expandir a ocupação para outras áreas e realizar qualquer intervenção, em especial no que diz respeito à topografia do terreno. Além disso, segundo Camelini, o planejamento proporciona auxílio e redução dos custos de reformas das áreas que já foram anteriormente trabalhadas, para aumentar a eficiência, contribui para a drenagem de forma mais eficiente com controle de declividade para evitar erosão, evita agressões ao meio ambiente como as queimadas no caso da cana-de-açúcar e, impede a utilização desnecessária de insumos e combustível.

Assim, com o planejamento agrícola e o uso da tecnologia AGROCAD é possível identificar previamente as ações a serem tomadas durante a fase de execução do trabalho, de modo a minimizar problemas e maximizar a otimização das tarefas, resultando em maior rendimento e economias que, somadas, têm grande impacto sobre o resultado final. João Camelini acrescenta que “tudo que pode ser simulado antes da execução pode ser melhorado por meio do planejamento. Não se trata apenas de evitar problemas, e sim potencializar os ganhos que podem ser obtidos utilizando os mesmos recursos, já que qualquer economia no campo faz enorme diferença para a competitividade no mercado. O objetivo de planejar é colocar os recursos em operação somente depois de identificar que a opção de trabalho escolhida é a mais rentável, ou seja, aquela que utiliza os recursos técnicos, humanos e naturais da maneira mais otimizada e harmônica dentro da estratégia que a empresa adota”, finaliza.

Crédito: Divulgação

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE