Policiais federais apreenderam na noite de ontem (23) 11 fuzis no terminal de cargas do Aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Federal (PF), junto com as armas foram encontrados 19 carregadores de fuzil (peça que contém as munições) e dois tabletes de cocaína.

A carga ilegal estava escondida numa caixa de fritadeiras elétricas que havia sido despachada em Cascavel, cidade do oeste paranaense, a 150 quilômetros da fronteira com o Paraguai.

O destinatário do carregamento foi preso em flagrante pela Polícia Federal. A PF não divulgou detalhes da identidade do envolvido.

Referente à apreensão, a Prefeitura de Cascavel confirmou que as armas foram despachadas no Aeroporto Municipal de Cascavel Coronel Adalberto Mendes da Silva. A Cettrans explicou que o equipamento de Raio-X rastreia apenas bagagens de mão por não se tratar de um Aeroporto Internacional. A Companhia informa ainda que o serviço de Raio-X está operando normalmente  e que despacho das demais  bagagens e encomendas são de responsabilidade das empresas/operadoras.

Números

A quantidade de armas e munições apreendidas aumentou mais de 80% nas rodovias federais de acesso ao Rio de Janeiro. Este ano, já foram apreendidas 272 armas, sendo 158 pistolas e 60 fuzis, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal.

Em junho de 2017, a polícia apreendeu 60 fuzis de guerra no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), na zona norte. Foram encontrados fuzis AK 47, G3 e AR10 em contêineres junto com uma carga de aquecedores para piscinas. A mercadoria ilegal veio de Miami, Estados Unidos.

 

Coletiva de imprensa com o Delegado da Polícia Federal de Cascavel, Marco Smith, sobre carga com Fuzis que saiu de Cascavel e foi apreendida no Rio de Janeiro na noite de terça-feira, 23

Posted by O Paraná / Hoje News on Wednesday, October 24, 2018