Pelo segundo ano consecutivo, o tradicional desfile cívico-militar, comumente realizado na Avenida Leste-Oeste, não irá ocorrer em razão da pandemia de covid-19. “O desfile sempre foi muito prestigiado em Londrina, chegando a reunir cerca de 15 mil pessoas. Como ele mobiliza muita gente, não vamos realizá-lo neste ano justamente para evitar aglomerações”, contou Carla Cordeiro, coordenadora da Semana da Pátria no município.

Porém, no dia do feriado, a Secretaria Municipal de Educação (SME), realiza, às 8h, a comemoração pelo Dia da Pátria. A cerimônia vai incluir hasteamento das bandeiras do Brasil, do Paraná e de Londrina, além dos cantos do Hino Nacional Brasileiro e do Hino da Independência do Brasil; no Centro Cívico Bento Munhoz da Rocha Neto. Este ano, o dia 7 de setembro celebra o 199º ano da Proclamação da Independência. Assim como no ano de 2020, e ao contrário das edições anteriores, somente neste dia haverá atividade presencial durante a Semana da Pátria, com objetivo de preservar o distanciamento e evitar aglomerações devido à pandemia do novo coronavírus.

Nas escolas municipais, a Semana da Pátria será marcada por atividades que envolvem o hino nacional, trabalhos pedagógicos com a letra do hino, os símbolos da bandeira nacional e respeito à pátria. A organização das comemorações cabe aos professores responsáveis pelas turmas.

Nos dias 8 e 9 de setembro, às 13h30, a Escola Municipal do San Izidro vai receber a vista de uma sargento do Tiro de Guerra de Londrina. Ele foi convidado para participar de um momento cívico com as crianças, e deve abordar orientações sobre a bandeira do Brasil, a carreira militar, sobre o Tiro de Guerra, e cantar o Hino Nacional com os alunos.

Fonte: Tem Londrina com N.Com