Curitiba – Na última sexta-feira (21), o Chapéu Pensador – espaço de reuniões da Copel erguido em meio ao Bosque da Copel no Bairro Bigorrilho, em Curitiba -, tornou-se uma referência mundial para a busca da Agenda 2030, documento que reúne os desafios globais traduzidos nos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável).

O local foi designado pela ONU (Organização das Nações Unidas) como um Hub Local 2030, o primeiro do gênero no Brasil, destinado a promover o avanço da Agenda 2030 em âmbito global. Coordenado pelo governo do Estado, o Hub Local 2030 será um centro de articulação de ações multissetoriais promovidas pelos setores público, privado e acadêmico, em prol dos ODS.

O Paraná foi escolhido para sediar o primeiro Hub do Brasil em virtude de seu protagonismo nas iniciativas em prol dos ODS, segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros.

“Graças à iniciativa de grandes empresas do Estado, do governo e de instituições do terceiro setor, estamos hoje muito avançados no que diz respeito aos ODS”, diz Silvio Barros. “Estas iniciativas destacaram o Paraná na ONU, a ponto de nosso Estado ter sido o escolhido para ser o ponto de disseminação das ideias para o resto do Brasil e da América Latina”.

O evento também contou com a presença do diretor executivo do Programa Cidades do Pacto Global da ONU, Michael Nolan, do secretário executivo da Rede Brasileira do Pacto Global, Carlo Pereira e diretores da Copel.

Boas práticas

O Hub Local 2030 reunirá um banco de boas práticas a serem periodicamente reportados ao governo federal e à ONU, buscando cumprir requisitos para acessar linhas internacionais de financiamento para projetos em território paranaense.

“O Hub contará suporte do sistema das Nações Unidas, uma rede global de conhecimento e financiamento, destinada a acelerar o desenho de soluções para objetivos comuns, otimizando esforços, conferindo transparência e atraindo investimentos que vão ajudar a construir projetos autossustentáveis, em larga escala e com impacto social”, explica o australiano Michael Nolan.

Municípios e ODS

O projeto amplia a atuação do centro regional do Programa Cidades do Pacto Global, inaugurado no fim de 2017 no prédio-sede da Copel, em Curitiba. O Hub vai promover a expansão do Programa Cidades no Sul do País, buscando a adesão de municípios aos ODS e o reconhecimento de projetos inovadores.

Segundo Silvio Barros, todos os 17 ODS já fazem parte, em maior ou menor grau, das políticas públicas municipais. “Temos hoje 160 cidades cujos prefeitos assinaram um termo de adesão aos ODS, e trabalhamos com a meta de alcançar pelo menos 200 dos 399 municípios paranaenses no curto prazo”, afirmou.

Diretor de Novos Negócios da Copel, José Marques Filho acredita que a parceria para formação Hub Local 2030 reforça a atuação da empresa em favor do cidadão paranaense: “A Copel sempre foi referência em sustentabilidade entre as empresas brasileiras, e esta atitude de promover a interligação de todo o Estado na promoção do desenvolvimento sustentável é tanto mais importante quando consideramos o momento crítico vivido no planeta, com mudanças profundas na atmosfera e no uso do solo em escala global”, disse.