Curitiba – O primeiro lote, de 8.950 pistolas modelo 9mm de marca Beretta, de origem italiana, chegou ao Paraná ontem (29). As armas adquiridas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública, integram o planejamento de atualizar o modelo de arma de porte das polícias Civil e Militar. O investimento em cada arma de fogo foi de, aproximadamente, R$ 2,5 mil reais, conforme a variação do euro. A maior parte do investimento é do Fundo Nacional de Segurança Pública, e cerca de 4 mil unidades foram custeadas pelo próprio Estado.

A remessa, composta por 358 volumes contendo 25 armas cada, é inteiramente destinada à Polícia Militar do Paraná. Mais um lote de pistolas deve chegar em janeiro de 2022, cujas armas serão direcionadas à Polícia Militar e à Polícia Civil. “A Secretaria de Segurança Pública está sempre em busca de melhorar as condições de trabalho dos integrantes das forças policiais, e a compra dessas armas é uma demonstração disso”, destaca o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

As pistolas foram compradas por meio de uma licitação internacional feita pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para todos os estados brasileiros que tiveram interesse em entrar na compra. O Paraná participou dos trâmites e adquiriu mais de 18,7 mil pistolas em dois contratos: o primeiro, de 15.750 unidades para a PM, das quais 8.950 foram entregues hoje, e o segundo, de 3 mil, para a Polícia Civil, que deve chegar no próximo mês juntamente com o segundo lote da PM.