Curitiba – O Paraná vai receber mais 325.660 doses de vacinas contra a covid-19 nesta sexta-feira (20). A primeira remessa, com 138.060 imunizantes produzidos pela Pfizer, tem previsão de chegada no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 8h25 (voo LA-4787). Na sequência, às 10h20, o lote será finalizado com 187.600 doses da CoronaVac (voo G3 1126).

O Ministério da Saúde ainda não informou como será a divisão das vacinas entre primeiras e segundas doses. A quantidade, porém, vai permitir ao Estado avançar na vacinação de adultos com mais de 18 anos – após alcançar 80,6% dos adultos imunizados com a primeira dose ou dose única na terça-feira (17), com duas semanas de antecedência, o governo do Estado tem por meta completar 100% deste público até o fim de setembro.

Após o desembarque no terminal aéreo, as doses serão encaminhadas para o Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná), em Curitiba, onde permanecerão armazenadas até que a distribuição para as 22 regionais seja definida pela Secretaria de Estado da Saúde.

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná aplicou 9.604.803 vacinas contra a covid-19, sendo 6.780.861 primeiras doses e 2.823.942 segundas doses ou doses únicas. O painel administrado pelo SUS (Sistema Único de Saúde), porém, não é atualizado desde a terça-feira (17).

Até ontem, o Ministério da Saúde confirmou o envio de 207,1 milhões de doses para estados e municípios. Dessas, 168 milhões já foram aplicadas, sendo 117 milhões primeiras doses e 51,1 milhões segundas doses ou doses únicas da vacina.

 

Foto: Américo Antonio/SESA


Saúde confirma mais 3.528 casos e 82 óbitos

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgou nessa quinta-feira (19) mais 3.528 casos e 82 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 1.426.554 casos e 36.553 mortes em decorrência da doença.

Os casos informados são de janeiro (4), fevereiro (8), março (41), abril (28), maio (133), junho (145), julho (85), e agosto (2.920) de 2021, e dos seguintes meses de 2020: maio (1), junho (1), julho (1), agosto (2), setembro (2), outubro (1), novembro (4) e dezembro (152).

O número de internados em leitos exclusivos para tratar covid-19 ficou igual ao de quarta-feira. Ontem, havia 2.637 pacientes internados, dos quais 1.328 em UTI.

Quanto aos óbitos informados, tratam-se de 39 mulheres e 43 homens, com idades que variam de 3 a 99 anos. Os óbitos ocorreram de 26 de dezembro de 2020 a 18 de agosto de 2021.

Casos sobem e Cascavel volta à bandeira vermelha

Cascavel – O número de infectados com coronavírus voltou a subir em Cascavel e o Município elevou a matriz de risco da bandeira laranja para bandeira vermelha. No boletim de ontem foram confirmados mais 198 infectados com covid-19 e o Município chega a 459 casos ativos da doença (com capacidade de transmitir o vírus). Esse número dobrou desde o início deste mês (228).

Também foram informadas mais cinco mortes, chegando a 945 óbitos em decorrência das complicações da covid-19 desde o início da pandemia.

A semana teve aumento de dois pontos na matriz de risco em relação à semana anterior.

Já foram registrados 43.687 casos de covid-19 desde o início da pandemia.

Das 459 pessoas com o vírus ativo, 56 estão internadas em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 22 em leitos de enfermaria. O restante se recupera em casa.

Conforme o Consamu, a Macrorregional Oeste tem 62,4% dos leitos de UTI Covid ocupados, e 38,4% dos leitos de enfermaria.