Amadorismo?

A 27ª rodada do Brasileirão – que terminou apenas ontem à noite – já ficou marcada pela atuação da arbitragem, que interferiu diretamente em três dos seis jogos apenas no domingo, além de em um dos três jogos de sábado. Isso em plena era tecnológica, com a chegada do VAR, que apesar de não ser utilizado na competição, já se mostrou ineficiente no esporte.

Mais do mesmo

Quanto ao VAR, vale ressaltar que apenas o árbitro da partida pode solicitar o recurso, diferentemente do voleibol e do tênis, modalidades nas quais os maiores interessados – técnicos e atletas – pedem a revisão do lance. Além disso, a recente expulsão do cruzeirense Dedé após consulta ao sistema de vídeo e a posterior anulação do cartão vermelho expõem a falha.

Humanos

Falhas ainda maiores têm tido os homens do apito. Apenas nesse fim de semana foram quatro lances que geraram bastante reclamação: pênalti não marcado para o Corinthians contra o América-MG; pênalti marcado para o Cruzeiro contra o Palmeiras; pênalti favorável do Internacional contra o Vitória; e pênalti contra o Atlético-PR em favor do Santos. Detalhe: os lances que resultaram em gols da Raposa e do Colorado ocorrem fora da área, o que, no máximo, seria falta.

Contramão

O investimento e a preparação das equipes vão à contramão da arbitragem no Brasil, que é amadora e ainda assim tem o poder de decidir jogos e até campeonatos. A CBF, por meio de sua comissão de arbitragem, já se manifestou dizendo que vai analisar o caso específico ocorrido em Palmeiras x Cruzeiro. Como praxe, a punição aos árbitros que têm erros detectados pela entidade é a “geladeira” (ficam fora dos sorteios para arbitrar jogos durante algum tempo) ou o “rebaixamento” (passam a trabalhar em divisões inferiores, como se lá o erro fosse permitido, por ter menor visibilidade).

28ª rodada

Por conta das eleições em todo o País, a 28ª rodada do Brasileirão será desenvolvida na sexta, no sábado, na segunda e na terça-feira. Destaque para o confronto direto pela liderança entre São Paulo e Palmeiras, no Morumbi. O time tricolor deixou a primeira posição para justamente o Verdão assumir a condição de ponteiro, na última rodada.