O garoto que tinha o coração na ponta do dedo

Leonardo Guarda Calis - Nascimento: 28/06/1999 - Falecimento: 18/07/2019

Leonardo Guarda Calis conheceu e se encantou pela fotografia por meio do tio Fabrício Guarda, que foi seu mentor desde cedo. O jovem de 20 anos se divertia fotografando corridas de kart nos fins de semana e os primos mais novos.

Para a mãe, Rita Paula Guarda, Leonardo sempre será lembrado pela sua busca pela perfeição. “Ele era detalhista e perfeccionista em tudo o que fazia. Sabia se posicionar muito bem para conseguir um bom ângulo”.

Na sua busca pelo melhor retrato e explorando as possibilidades que o mundo da fotografia proporciona, a mãe revela que o desenvolvimento de Leonardo era motivo de orgulho para todos na família. “O Leo tinha o olhar apurado… ele estava desvendando os segredos da fotografia. Com certeza o coração na ponta do dedo o levaria longe”.

Leo, como era chamado pelos familiares e pelos amigos, cursava o segundo ano de Design Gráfico. A faculdade lhe permitiu desenvolver ainda mais a fotografia e a aprender novas técnicas.

Rita Guarda conta que, em meio à vontade do filho de querer fazer tudo bem feito, uma das suas características que mais se destacavam era o altruísmo: “Ele sempre queria ver os outros felizes”.

A mãe o descreve ainda como uma pessoa atenciosa. “Ele respeitava a todos com muita educação, sempre teve uma luz muito forte. Desde criança ele conquistava todas as pessoas pela simpatia e pelo carisma”.

Despedida

Apesar de jovem, Leonardo Calis vinha enfrentando uma grande batalha. Há cerca de um ano e meio ele lutava contra um rabdomiossarcoma, um tipo de câncer que acomete os músculos e atinge, na maioria das vezes, crianças e adolescentes com até 18 anos. Na última batalha, ficou internado durante 20 dias, mas não resistiu e faleceu no dia 18 de julho. Natural de Cascavel, Leonardo Calis deixou os pais, uma irmã e muitos amigos.

 

 



Fale com a Redação

5 + 17 =