Curitiba – O espetáculo Natal do Palácio Iguaçu estreou ontem (19) e abriu, oficialmente, as festas natalinas de Curitiba. O espetáculo contou com a Orquestra Sinfônica do Paraná e os corais da Copel e da Sanepar, com participação da dupla sertaneja César Menotti e Fabiano. O roteiro incluiu também uma projeção visual em 3D no prédio da sede do Governo, fogos de artifício e show de luzes.

“Esta é a primeira vez que o Palácio Iguaçu se abre para a população no momento do Natal para algo inovador. É para a família, as crianças e os amigos para festejarem esse momento pós-pandemia, em que estamos voltando a nos abraçar, a nos reunir e conviver com quem a gente ama”, celebrou o governador Ratinho Junior. “A esperança é o combustível da vida e dos que querem voltar a sorrir. Estamos muito felizes em proporcionar esse momento”, complementou o governador.

O repertório musical, composto por dez canções populares, com arranjos feitos por Alexandre Brasolim, maestro da OSP e músico violinista, e de Dirceu Saggin, produtor musical. “São músicas conhecidas pela população, e todas muito animadas, trazendo uma mensagem especial. Queremos tocar o coração de quem nos ouve”, disse Cristiano Prestes, maestro do coral da Copel.

 

ALEGRIA NOS APLAUSOS

A apresentação contou com 64 cantores, sendo 32 do coral da Copel e 32 da Sanepar. Prestes conta que, só na Copel, foram cerca de 20 ensaios realizados ao longo de 40 dias para preparar o espetáculo, além de ensaios gerais com todos os músicos e cantores.

“Desde março de 2020, tivemos ensaios online e produção de áudios e vídeos em casa. Para esta apresentação o trabalho foi parecido. Apesar de fazermos ensaios presenciais, nós tínhamos guias e partituras para ensaios em casa. Foram 20 ensaios em cerca de 40 dias, além de ensaios gerais. E coroamos todo esse empenho com uma estreia brilhante”, destacou.

Simone Camargo, auxiliar administrativa na Copel, participa do coral há seis anos. Nos musicais produzidos anualmente pelo grupo, ela já se apresentou como personagens que vão de fada a freira. Mas, a felicidade pelo espetáculo de sexta guardou a ansiedade de quase dois anos sem apresentações presenciais. “O que me motiva é ver o quanto a gente traz alegria para outras pessoas, é muito gratificante. Estar juntos não tem preço. Essa expectativa, essa alegria de olhar e ver o povo, voltar a escutar os aplausos: é muito bom”, comemorou Simone.

A interação com o público também era parte da expectativa de Guilherme Macabelli, clarinetista da Orquestra Sinfônica do Paraná. Nascido em Leme (SP), ele passou a fazer parte do grupo paranaense em dezembro de 2019 – três meses antes do início da pandemia do coronavírus no Brasil. “Esse contato com o público é muito importante. Entrar no palco e acabar as músicas sem aplausos é muito estranho, é novo. E agora vamos nos acostumar novamente com o público, o que é muito mais fácil porque temos um retorno, e isso é importante”, disse o clarinetista.

 

NATAL NO PALÁCIO IGUAÇU

As apresentações de Natal, realizadas no estacionamento do Palácio Iguaçu, acontecem nas sextas-feiras e sábados entre os dias 19 de novembro e 18 de dezembro, sempre a partir das 20h. A ação faz parte da campanha Natal Solidário Paraná, idealizada pela SGAS (Superintendência Geral de Ação Solidária). Os brinquedos arrecadados serão distribuídos para os municípios paranaenses conforme os critérios estabelecidos pela SGAS, para então serem entregues às crianças.