A Adetur, Agência de Desenvolvimento Turístico da Região Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu, realizou na última quarta-feira (14) no Auditório do Conselho dos Lindeiros de Santa Helena, a primeira reunião de alinhamento para a 7ª edição do Circuito Regional de Cicloturismo. Estiveram presentes na ocasião, os dirigentes de turismo dos municípios da região de abrangência e os representantes dos grupos de pedal.

Para o 7º Circuito Regional de Cicloturismo, todos os 19 municípios da região de abrangência da Adetur sediarão as etapas, um acréscimo de dois municípios comparado ao 6º Circuito, que está acontecendo em 2019, iniciado em 2018.

Em comum acordo os organizadores decidiram realizar uma etapa por mês. Diante disso, a primeira etapa terá início no mês de fevereiro de 2020 e a última etapa será sediada no mês de novembro de 2021. O valor para os participantes também ficou acordado que será o mesmo, sendo R$ 65,00 antecipado, nas modalidades boleto bancário e cartão de crédito e R$ 90,00 para os participantes que se inscreverem no dia do evento.

Na ocasião, foi realizado o sorteio dos meses em que cada município sediará a etapa, onde ficou definido para 2020: Fevereiro em Marechal Cândido Rondon, Março – São Miguel do Iguaçu, Abril – Mercedes, Maio – Foz do Iguaçu, Junho – Terra Roxa, Julho – Serranópolis do Iguaçu, Agosto – Pato Bragado, Setembro – Medianeira, Outubro – Entre Rios do Oeste e Novembro – Santa Terezinha de Itaipu. Para o ano de 2021, em Março a etapa acontece em Diamante D’Oeste, Abril – Ramilândia, Maio – Itaipulândia, Junho – Santa Tereza do Oeste, Julho – Missal, Agosto – Matelândia, Setembro – Santa Helena, Outubro – Céu Azul e finalizando em Novembro no município de Guaíra.

Em breve, acontecerá outra reunião de alinhamento com maiores detalhes, tais como patrocinadores oficiais, parceiros do evento, regulamento, datas, dentre outras questões específicas. A única data já definida é a primeira etapa, que acontecerá no dia 16 de fevereiro de 2020, em Marechal Cândido Rondon.

De acordo com a assessora técnica da Adetur, Sara Fernanda Moraes, uma das novidades para a próxima edição é a forma de pagamento. “Abriremos as inscrições no cartão de crédito desde o início, onde também o participante terá a opção de parcelar a sua inscrição em até três vezes. Isso possibilita que uma família possa ir com mais integrantes participar e também que o participante possa ir em mais de um passeio consecutivo, onde ele consiga se organizar financeiramente”, explica.

O Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Marechal Cândido Rondon, Sergio Marcucci, destaca que o Cicloturismo é um dos eventos mais importantes de integração do turismo da região oeste do Paraná. “No ano de 2018, o evento de Marechal Cândido Rondon acabou se tornando o maior evento de Cicloturismo do Paraná, com mais de mil e quatrocentos participantes. Isso só aconteceu devido à parceria com os grupos de pedais, Associação de Ciclismo que acabou sendo formada, nos orgulha muito em ser parceiro e participar de um evento como esse em parceria com a Adetur. O nosso próximo evento já tem data marcada, no dia 16 de fevereiro de 2020, aguardamos toda a região, nossos amigos do Paraguai e da Argentina a virem prestigiar essa etapa que com certeza será diferenciada e de bastante novidade”, afirma.

Segundo o presidente da Associação Ciclística Cataratas do Iguaçu, de Foz do Iguaçu, Luciano Castilha, ouvir os organizadores fortalece e molda o circuito como um todo. “Sou testemunha, pois desde a primeira edição estou participando como ciclista e depois como organizador e o circuito está ficando cada vez melhor. A Adetur está de parabéns e é uma grande satisfação participarmos mais uma vez. O interessante é os ciclistas que participam, a prefeitura é o instrumento, tem o interesse na parte turística, de trazer turistas para a cidade, para conhecer a cidade e sem o grupo de pedal quase seria inviável. As datas são bem planejadas e isso tem tudo a ver para ser um sucesso de novo. Foz do Iguaçu tem a felicidade de ser o maior município da região e a bicicleta tem sido cada vez mais aceita por turistas e por próprios usuários do município. Esperamos novamente fazer um grande evento, melhorar o trajeto e questão da gastronomia envolver mais a cidade nesse evento”, finaliza.