Em Toledo, no Oeste do estado, foi deflagrada nesta sexta-feira (26), a Operação Sírius, voltada a coibir organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas na cidade e na região, com conexões em outros estados.

A ação originou-se de investigações do Ministério Público do Paraná e do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil de Toledo (Nipol). Foram cumpridos 31 mandados de prisão e apreendidos veículos, motocicletas e outros bens, além de drogas – em uma das residências alvo de buscas foram encontrados oito quilos de maconha.

O trabalho de investigação durou aproximadamente nove meses e foi conduzido no MPPR pela 6ª Promotoria de Justiça de Toledo. Segundo apurado até então, os criminosos atuavam também em outros municípios, como Santa Helena, Cascavel, Francisco Beltrão, Maringá e Peabiru, além de terem contato com quadrilhas de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O cumprimento das ordens judiciais foi realizado com suporte de policiais civis e militares de Toledo e de Assis Chateaubriand e começou na quarta-feira, 24 de junho.

Dinheiro – Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram deferidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Toledo, que também determinou o bloqueio de bens de mais R$ 1,8 milhão em ativos financeiros para cada um dos 40 investigados.