MP investiga suspeita de cobrança irregular de transporte escolar

As supostas irregularidades ocorreram nos anos de 2017, 2018 e 2019.

Campo Bonito – A contratação do serviço de transporte escolar municipal em Campo Bonito está em investigação pela Promotoria Pública. As supostas irregularidades ocorreram nos anos de 2017, 2018 e 2019.

O contrato com a empresa prestadora de serviço e os aditivos estão em análise. Notas de empenhos e ordens de pagamentos foram requeridos pelo Ministério Público. Pelo que consta na denúncia, a empresa teria recebido sem percorrer a quilometragem cobrada.

As planilhas separadas de todos os anos foram repassadas pela prefeitura e encaminhadas para averiguação no Nate (Núcleo de Apoio Técnico Especializado), onde serão feitos cálculos para constatar se houve alguma irregularidade.

A Promotoria cobra que sejam considerados os 200 dias letivos, ida e volta dos estudantes, total pago em quilometragem e suposto trecho indevido pago à empresa pela prefeitura.

Assim que os auditores analisem as planilhas, a Promotoria decidirá os prosseguimentos da investigação. A empresa E F Iashombeck Transportes ME também está no processo para explicar os aditivos e esclarecer as denúncias.

A reportagem tentou falar com o prefeito Antonio Carlos Dominiak – citado na investigação – no Paço Municipal, mas, em função do horário reduzido do expediente, ninguém foi encontrado. Ele também não atendeu o telefone celular.

 



Fale com a Redação

1 × 4 =