Morre no hospital mãe que perdeu duas filhas em incêndio na RMC; ex-marido está preso

Rosenilda ficou internada por uma semana, mas não resistiu

Morreu no hospital nesta terça-feira (15) a mãe das duas meninas que morreram em um incêndio em uma casa em Rio Branco do Sul na Região Metropolitana de Curitiba. O incêndio que pode ter sido criminoso aconteceu na terça-feira (8).  Rosenilda Rodrigues Faria de 28 anos morreu por volta das 6h20 no Hospital Evangélico Mackenzie.

Unimed

Rosenilda lutou pela vida no hospital por uma semana. Ela ficou com 70% do corpo queimado após tentar salvar as duas filhas de 6 e 9 anos que morreram no fogo.

O principal suspeito de ter causado a  tragédia, segundo a polícia, é o ex-marido de Rosenilda, Lucas Machado.  Ela está preso e nega o crime.

A tragédia aconteceu em uma casa de madeira numa área de morro, bastante íngreme, na Vila Madre. O fogo tomou conta de tudo rapidamente. Vizinhos contaram o desespero de Rosenilda. “Ela saiu com a casa pegando fogo, mas ainda voltou pra tentar salvar as filhas. Foi ai que ela se queimou bastante”, disse uma vizinha.

O pai de Rosenilda, Vitor Rodrigues, contou que os outros três filhos dela dormiram na casa dele. “Se todos estivessem aqui teria sido ainda pior”, contou.

O casal havia discutido e o homem foi embora na noite anterior. As investigações apontam que ele voltou no fim da madrugada e ateou fogo na casa. O avô disse ainda que as brigas eram constantes. “Eles viviam brigando e se acertando. A gente sabia também que usavam drogas. Só acordei com o fogo alto”, disse.

Fonte: Banda B

Unimed

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação