Morreu nesta terça-feira (24) o baterista dos Rolling Stones, Charlie Watts. A informação foi confirmada pelo agente do músico, Bernard Doherty, em um comunicado à imprensa. Ele tinha 80 anos.

“É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts”, escreveu o agente do músico. O perfil oficial da banda também postou uma homenagem ao baterista em suas redes sociais.

No início do mês, o londrino, que teve um câncer de garganta em 2004, foi obrigado a deixar a nova turnê do grupo pelos Estados Unidos após se submeter a uma cirurgia de emergência. De acordo com comunicado divulgado no dia 5 de agosto, o inglês passou por um “procedimento bem-sucedido” após um check-up de rotina e, por isso, precisaria de um tempo maior que o esperado para se recuperar. Na ocasião,  não foi detalhado qual tipo de procedimento foi realizado. Ele foi substituído nos shows por Steve Jordan.

“Pela primeira vez, meu tempo estava um pouco errado”, escreveu Watts em comunicado publicado nas redes sociais. “Estou trabalhando muito para ficar em forma, mas hoje aceitei, por recomendação dos especialistas, que isso vai demorar um pouco. Depois de todo o sofrimento dos fãs causado pela Covid-19, eu realmente não quero que os muitos fãs do Rolling Stones que têm ingressos para essa turnê fiquem desapontados com outro adiamento ou cancelamento. Portanto, pedi ao grande amigo Steve Jordan para me substituir”.

Com informações de O Globo