Moro cria canal direto com empresas para receber denúncias de corrupção

O objetivo é aumentar a participação popular na fiscalização do poder público e recuperar a credibilidade das empresas brasileiras no País e no exterior

Brasília – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, lançou nessa quarta-feira (29) um canal direto de comunicação com o setor empresarial para receber denúncias de corrupção. O objetivo é aumentar a participação popular na fiscalização do poder público e recuperar a credibilidade das empresas brasileiras no País e no exterior.

Através da ferramenta, disponível no site da ICC (International Chamber Of Commerce Brasil), pessoas físicas e jurídicas poderão fazer denúncias de corrupção, lavagem de dinheiro, pirataria e crimes cibernéticos praticados contra a administração pública.

As denúncias recebidas serão analisadas pela ouvidoria-geral do ministério, que fará uma filtragem analisando indícios de relevância, autoria e materialidade. Em seguida, a pasta vai encaminhar as denúncias para autoridades competentes de investigação, como CGU (Controladoria-Geral da União), Polícia Federal, Ministério Público, entre outros órgãos.



Fale com a Redação

cinco + quatro =