Diante da repercussão das notícias relacionadas ao médium que teria praticado delitos contra a dignidade sexual de mulheres em Abadiânia, no interior de Goiás, o Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (Naves), está recebendo denúncias de possíveis vítimas.

Vítimas residentes no Paraná devem procurar as Promotorias de Justiça de suas cidades para registrar as denúncias. Em Curitiba, o Naves acolhe as denúncias pelo telefone (41) 3250-4022, pelo e-mail [email protected] ou pessoalmente, no Bloco I da sede do MPPR (Rua Marechal Hermes, 751, 5º andar, Centro Cívico).

Os procedimentos realizados serão encaminhados para o Ministério Público de Goiás, que tem atribuição legal para apurar os fatos e instituiu uma força-tarefa para investigar o caso.