Você sabe o valor que a palavra gratidão pode proporcionar todos os dias, quando estamos desempenhando atividades, sejam elas sociais ou profissionais? O dicionário diz que gratidão é um sentimento de reconhecimento, uma emoção por saber que uma pessoa fez uma boa ação, um auxílio, em favor de outra.

No propósito de auxiliar na jornada diária do trabalho de valorização dos materiais recicláveis, a Educação Ambiental da Itaipu Binacional, parceira dos Ecopontos no Município de Cascavel, realizou neste mês de agosto as oficinas com a temática: a reciclagem de hábitos do dia a dia e o fortalecimento da autoestima, considerados alicerces para o equilíbrio emocional e racional na tomada de decisões profissionais.

O evento contou com a participação da consultora de Educação Ambiental da Itaipu Binacional, Norma Hofstaetter Barros. Hoje, Cascavel conta com cinco ecopontos e uma média de 25 trabalhadores por turno de trabalho de seleção dos materiais recicláveis.

“O encontro nos proporcionou um autoconhecimento e avaliar o quanto a gratidão faz parte do nosso dia a dia; e para os cooperados é muito significativo, pois quando estamos felizes, o bom resultado da jornada é  conseqüência da dedicação e zelo pelo ofício executado”, destacou a coordenadora da Divisão de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Indialara Rossa. Além das cooperativas, o encontro também teve a participação da Gerente da Divisão de Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Eliana Lisboa, e a Engenheira Ambiental, Keila Kochem.

“O trabalho dos cooperados é muito importante ao meio ambiente e para a sociedade. Quando reciclamos hábitos ruins como falar palavrão, ficar arrumando atrito, isso faz mal para nosso convívio em casa e no trabalho”, enfatizou Norma Barros.

“A pessoa grata não quer dizer que tudo vai dar certo, mas que a diferença está na persistência e gostar de fazer aquilo que faz”, finalizou.