Medianeira registrou mais sete óbitos e 38 novos casos positivos de covid-19, totalizando 6.841 casos da doença no município.

O primeiro óbito foi de um homem de 66 anos que não apresentava comorbidades. Estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Nossa Senhora da Luz e seu óbito ocorreu na data de 12/06.

O segundo óbito foi de um homem de 48 anos que apresentava comorbidades. Seu óbito ocorreu no dia 13/06, no Hospital Nossa Senhora da Luz.

O terceiro óbito foi de um homem de 60 anos que apresentava comorbidades. Estava internado no Hospital Nossa Senhora de Fátima em Missal e seu óbito ocorreu no dia 13/06.

O quarto óbito foi de uma mulher de 53 anos que apresentava comorbidades. Seu óbito ocorreu na data de ontem, 13/06, no Hospital Nossa Senhora de Fátima em Missal.

O quinto óbito foi de um homem de 61 anos que apresentava comorbidades. O seu óbito ocorrido na data de ontem, 13/06, no Hospital Nossa Senhora da Luz.

O sexto óbito foi de um homem de 55 anos que apresentava comorbidades. Estava internado na UTI do Hospital Madre de Dio em São Miguel do Iguaçu e seu óbito ocorreu no dia de ontem, 13/06.

O sétimo óbito foi de uma mulher de 51 anos que apresentava comorbidades. Seu óbito ocorreu na manhã de hoje, na UTI do Hospital Nossa Senhora da Luz.

O município possui 175 casos ativos, sendo que destes 146 estão em isolamento domiciliar, sete em leito clínico e 22 em UTI. Medianeira já registra 104 óbitos por covid-19 e suas complicações.
A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas tem três pacientes internados e três intubados por covid-19 aguardando vaga em hospital.

Desde as 16h de sexta-feira até as 16h desta segunda-feira (14) a UPA e Unidade Sentinela atenderam 111 pessoas com sintomas respiratórios.

O Hospital Nossa Senhora da Luz possui 10 leitos de UTI e 10 leitos clínicos na Ala Respiratória e neste momento todos encontram-se ocupados. Na Macrorregional há 121 pacientes com covid-19 na espera de um leito de UTI e 65 aguardando leitos de enfermaria.

É importante ressaltar que pessoas que apresentarem sintomas devem procurar a Unidade Sentinela.