A juíza Filomar Helena Perosa Carezia, da 68ª Zona Eleitoral, determinou o arquivamento de 17 reclamações registradas em ata por eleitores de Cascavel no primeiro turno das eleições.

Desses casos, cinco eleitores alegaram que, ao votar para presidente, a urna teria finalizado o voto sem a confirmação; outros dez disseram que a fotografia do candidato a presidente não teria aparecido na urna; um disse não ter conseguido votar para presidente e outro alegou que, ao votar para presidente, apareceram duas imagens com candidato que não era o escolhido.

Para a juíza, o atual sistema de votação com urnas eletrônicas é mais seguro que o antigo sistema físico, em cédulas. Ela ressaltou, no entanto, que nenhum sistema é 100% perfeito ou absolutamente impossível de ser violado, mas que, diante das reclamações, pode-se afirmar que o voto eletrônico é seguro.

A 68ª Zona Eleitoral tem 116.665 eleitores e as 17 reclamações representam 0,014%.

Domingo é dia de votar

Fique atento. Neste domingo tem o segundo turno das eleições a presidente do Brasil. Das 8h às 17h, os cerca de 7,1 milhões de eleitores vão votar, desta vez, apenas uma vez, para presidente. Em todo o País, são 147 milhões de eleitores aptos a votar. No primeiro turno, quase 30 milhões deixaram de votar, mas isso não impede que eles votem neste domingo.

A divulgação da apuração começa às 19h, quando se encerra a votação em alguns estados do Norte do País. A previsão é de que antes das 20h o Brasil já conheça o presidente eleito.

Segurança

Para este domingo, serão repetidos os esquemas de segurança do primeiro turno, com comitê especial da Polícia Federal. Nesta sexta-feira, a Polícia Militar detalha toda a estrutura de atuação no Paraná.