Foz do Iguaçu – Quando alguém reclamou do calor nesse início de ano, ele reclamou com razão. Desde quando se começou a medir as temperaturas no Paraná, há 22 anos, o Simepar não observava um janeiro com temperaturas máximas tão elevadas para a região oeste. Ou seja, esse primeiro mês de 2019 é o mais quente da série histórica.

Para Cascavel, por exemplo, a série revela média das temperaturas máximas de 29,5ºC. No primeiro mês de 2019 a média foi de 30,6ºC.

Inclusive, o dia mais quente foi nesta semana (quarta-feira, 30) quando os termômetros bateram 34,7ºC e a sensação térmica de 40ºC.

Segundo o meteorologista Cezar Duquia, a média registrada para temperaturas mínimas, geralmente registradas de madrugada e comecinho da manhã, foi de 19,1ºC nesses 22 anos. Nesse janeiro, a média das menores temperaturas registradas em Cascavel foi de 19,4ºC.

Apesar do recorde alcançado no termômetro na última quarta-feira, ele nem chegou a ser o maior da história dos janeiros: “Em janeiro de 2006 tivemos um dia em que os termômetros em Cascavel chegaram a 35,2ºC, a maior temperatura para um dia na cidade”.

O calorão tem sido ainda mais intenso nos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu. Em Foz do Iguaçu, por exemplo, a temperatura máxima na condição histórica de 22 anos é de 32,4ºC. Em janeiro de 2019 ela ficou bem perrto dos 34ºC. O maior registro nesse primeiro mês do ano também foi na última quarta-feira, com 37,6ºC nos termômetros e sensação térmica acima dos 40ºC.

E fevereiro?

Essas condições começam a mudar – ao menos por dois ou três dias – a partir de hoje, quando as áreas de instabilidade começam a ficar mais amplas. Segundo Duquia, isso é provocado pelo avanço de uma frente fria para a região e em quase todo o Estado.

Em Foz do Iguaçu, o sábado e o domingo devem ser chuvosos e com os termômetros ainda nas alturas, com máxima de 34ºC, mas na segunda-feira a expectativa é para que fique abaixo de 30ºC. Mas na terça não tem jeito: volta a esquentar e muito na Terra das Cataratas.

Em Cascavel a expectativa é para que a máxima fique em 29ºC no domingo e não passe de 25ºC na segunda-feira, quando volta a ter elevação gradativa.

A chuva promete avançar por toda a região no sábado. No fim de semana pode ser registrado, de acordo com o Simepar, em torno de 30 milímetros de precipitação.