Itaipu e Conselheiros dos Lindeiros inauguram mais três árvores solares nos municípios 

Solenidades acontecem nesta quinta-feira (17) em Mercedes, às 11h; em Guaíra, às 14h e em Terra Roxa, às 15h30. 

Nesta quinta-feira, a Itaipu Binacional inaugura árvores digitais solares em mais três municípios do oeste paranaense. As solenidades começam em Mercedes às 11h, em Guaíra às 14h e em Terra Roxa às 15h30. Confirmaram presença o diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Kaminski, e a presidente do Conselho dos Lindeiros, Cleci Rambo Loffi.. 

JK

Recém-instaladas nos 16 municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, as árvores digitais solares, que permitem acesso livre à internet por meio de uma estrutura abastecida por energia solar, já receberam mais de 170 mil acessos desde o início de seu funcionamento, em 15 de novembro do ano passado.

Mas a expectativa é a de que esse número seja muito maior, à medida que o projeto for divulgado para a população. Até agora, apenas quatro unidades foram inauguradas oficialmente: em Santa Terezinha de Itaipu, Missal, Santa Helena e Pato Bragado. No próximo dia 17 de janeiro, serão inauguradas as árvores de Mercedes, Terra Roxa e Guaíra.

O projeto é fruto de convênio entre Itaipu e Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros e iniciou a partir de uma ação piloto implantada na Praça da Paz, em Foz do Iguaçu. Diante da ótima aceitação e benefício oferecido pelo sistema, a Diretoria de Coordenação da Itaipu sugeriu ampliar para os demais municípios lindeiros, além de instalar uma segunda árvore em Foz, localizada no Terminal de Transporte Urbano (TTU).

“É um projeto de inclusão digital e de cidadania, porque as pessoas podem entrar na internet e acessar os serviços on-line da prefeitura, por exemplo”, afirmou o diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Kaminski. “E, como elas são abastecidas por energia solar, acabam sendo um importante meio de educação ambiental.” 

Instaladas em locais com grande fluxo de pessoas, as árvores são alimentadas por energia solar, por meio dos painéis fotovoltaicos localizados no topo. A energia é acumulada em baterias que carregam os celulares ou outros eletrônicos em 16 conectores. Elas também contam com Wi-Fi, podendo manter 100 conexões sem fio simultâneas. 

Além de oferecer à população acesso a informações e entretenimento da internet, o Projeto Árvore Digital tem o objetivo de promover a integração entre o poder público e o cidadão. Por meio delas, as prefeituras podem se comunicar com a população, utilizando os e-mails oferecidos no cadastro de acesso à árvore para enviar material institucional, como campanhas de vacinação, de pagamento de IPTU, de coleta seletiva, entre outras. 

 

brde2

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação