Para amortizar o déficit técnico atuarial, a prefeitura pretende repassar mais uma área nobre para a conta do IPMC (Instituto da Previdência do Município de Cascavel). Agora o “prêmio” é o antigo prédio da Guarda Municipal, na Rua Vitória, esquina com a Avenida Assunção, no Bairro Alto Alegre. A transação depende de votação no Legislativo, que por enquanto analisa o caso nas comissões permanentes.

O prédio está avaliado em R$ 2,280 milhões, valor ainda insuficiente para fechar as obrigações financeiras da prefeitura com o IPMC.

Neste ano devem ser repassados R$ 19,2 milhões para o Fundo Previdenciário, conforme o Plano de Amortização do Relatório da Avaliação Atuarial. Até setembro, o Executivo municipal havia repassado R$ 12,9 milhões. No mês passado a prefeitura conseguiu aval da Câmara de Vereadores para repassar o imóvel onde ficava a Casa de Leis na Rua Paraná, perto da Biblioteca Pública, avaliado em R$ 2,9 milhões. No local funciona a Cohavel (Companhia Habitacional de Cascavel), que passa a pagar aluguel mensal de R$ 7 mil ao IPMC.

Agora, com o repasse do antigo prédio onde ficava a Guarda, a prefeitura tem ainda R$ 1,12 milhão pendentes para quitar neste ano.

Nas mãos do IPMC, o futuro é certo: o prédio também terá como finalidade o mercado imobiliário, tanto para iniciativa privada, quando para o próprio poder público.