Bolsonaro em Cascavel

O presidente Jair Bolsonaro deve vir a Cascavel no dia 4 de fevereiro. Ele é esperado para a inauguração do Centro de Excelência de Atletismo, em ato marcado para as 14h. A obra custou mais de R$ 16 milhões, dos quais mais de 80% de recursos federais, e o restante, contrapartida do governo do Paraná. A construção teve início em março de 2015 e deveria ter ficado pronta em março de 2016, mas quase que vira um elefante branco. Após “virar” e “desvirar” colégio militar, agora o centro deve abrigar projetos de diversas entidades esportivas.

 

Auxílio emergencial

Pesquisa Datafolha mostra que 69% dos brasileiros que receberam o auxílio emergencial do governo federal não encontraram outra fonte de renda para substituir o benefício, que acabou no fim do ano passado. A pesquisa revela ainda que 18% dos entrevistados que pediram o auxílio emergencial, maior percentual da pesquisa, não receberam parcela alguma.

 

Boca Aberta

O deputado federal Boca Aberta (Pros) se apresentou ontem ao Centro de Ressocialização de Londrina para cumprir a pena de 17 dias de prisão em regime semiaberto por perturbação de sossego. O parlamentar foi condenado por ter invadido uma UPA em 2017, quando ainda era vereador de Londrina. Ele disse que não vai recorrer da condenação.

 

Inferno astral

Não anda fácil a vida do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Um dia depois de o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, determinar abertura de inquérito para apurar sua atuação no colapso da rede pública de hospitais em Manaus, ontem foi a vez de o TCU (Tribunal de Contas da União) levantar a lebre sobre o uso de recursos do SUS para a distribuição de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento para covid-19.

 

Lindeiros

Os prefeitos lindeiros participarão no dia 2 de fevereiro da primeira reunirão das novas gestões municipais com a diretoria-geral brasileira da Itaipu Binacional. Dentre os objetivos do encontro está a interação com a Itaipu e o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu. Além disso, algumas demandas regionais também serão apresentadas.

 

Lindeiros II

Na pauta, estão demandas como infraestrutura de acesso aos municípios lindeiros, caso de melhorias nas rodovias estaduais, implantação e tratamento da rede de esgoto e água potável, e implantação de um hospital regional para atender a microrregião.

 

Assistência

Em Foz do Iguaçu, a vereadora Yasmin Hachem (MDB) propôs que o Município insira profissionais de psicologia e assistência social nos quadros da educação básica da rede municipal. “A ideia é que em um período pós-pandemia seja possível viabilizar equipe multiprofissional que atenda escolas e Cmeis, uma vez que com o novo Fundeb há previsão de recursos para isso”.

 

Sem aulas

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas indica que, para 61,9% dos brasileiros, ainda não é hora de retomar as aulas com segurança. O instituto ouviu 2.105 pessoas, acima de 16 anos, de 15 a 18 deste mês, em 208 municípios. Já para 34% dos entrevistados é possível a retomada das aulas com segurança, sendo 38,2% dos homens favoráveis à volta, contra 30,1% das mulheres. Os que não sabem ou não responderam são 4,2%.

 

Greve

Já no Paraná, o governo estadual mantém silêncio sobre a greve deflagrada pela APP-Sindicato, que é contra a volta das aulas sem antes vacinar os professores. Contudo, quem é do meio diz que a adesão a uma paralisação agora deve ser fraca, talvez a razão de o governo não falar sobre o assunto por enquanto.