Equipes das Secretarias da Meio Ambiente e de Obras Públicas concluíram ontem (30) o levantamento dos estragos provocados pelo incêndio registrado na tarde de domingo (29) no quadro de energia elétrica da Praça do Migrante, no Centro de Cascavel.

Há fortes indícios de que o problema tenha sido provocado por ato de vandalismo – uma vez que o fogo começou no medidor e não no disjuntor -, fator que deixou totalmente destruído o quadro e o chafariz da praça inoperante desde então, com iluminação parcial do espaço público.

Para solucionar o problema será necessária a troca de todo o cabeamento e a instalação de um novo quadro de energia. A equipe de iluminação pública está orçando o custo do reparo, estimado em R$ 25 mil, e a Secretaria de Meio Ambiente definindo a modalidade de licitação que melhor atende à necessidade.