Hortaliças ficam mais caras devido às geadas

Devido às geadas, o valor das hortaliças pode aumentar até 50%

As geadas registradas fim de semana em Cascavel causaram impacto significativo nas hortas. Na manhã de segunda-feira (8), a Ceasa (Centrais de Abastecimento do Paraná S/A) de Cascavel já recebeu menos produtos, especialmente hortaliças.

“A alface, por ser uma das folhosas mais consumidas, estamos vendendo a R$ 2,30 o pé, já outras hortaliças como couve, rúcula, almeirão, chegam a R$ 2,50”, explica o analista de mercado Olívar da Rocha, gerente da Ceasa, revelando a alta de 15% nos preços.

De acordo com Olívar, o abastecimento já reduziu, mas o consumidor vai sentir diferença nos preços a partir desta quarta-feira e ele estima que os preços possam subir até 50% nas folhosas.

As plantações localizadas em regiões mais baixas foram mais afetadas pela geada. Caso da produtora Olezia Stachlsqui, que tem uma horta no Bairro Santo Onofre. No caso dela, 60% da plantação foi perdida.

Olezia trabalha com horta há 35 anos e diz ter ficado surpresa com os estragos neste ano. “A couve ficou muito amarelada, eu nunca tinha visto ficar dessa forma. Outras plantações como a alface, a chicória e o almeirão ficaram quebradiças”.

A produtora também cultiva beterraba, que teve as folhas afetadas. “Como as folhas foram atingidas, não sabemos se o fruto vai continuar a se desenvolver”.

Outros produtos

O analista de mercado Olívar da Rocha conta que outros produtos também devem ter aumento de preço em decorrência do frio, caso de tomate, berinjela, pepino, chuchu, que vêm de São Paulo e Minas Gerais, onde a temperatura também despencou. O tomate, por exemplo, já subiu 20% e no fim de semana a diferença será maior.

Agricultura Urbana

As hortas do Programa Agricultura Urbana, conhecidas como Hortas Municipais, sofreram suas primeiras geadas fortes. De acordo com o gestor do Território Cidadão, José Carlos da Costa, o Cocão, as hortas do Bairro Neva e do Bairro Veneza foram as mais atingidas e a alface e o almeirão foram bastante prejudicadas. “No geral, estimamos que cerca de 30% da produção das 36 hortas foi perdido. Estamos orientando as famílias que fazem a manutenção para que cubram as hortas com lonas, porque nós não temos condições de cobrir todas”.

Reportagem: Milena Lemes



Fale com a Redação

treze − seis =