Governador quer parceria e agenda em defesa do Estado

Curitiba – O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nessa sexta-feira (1º) da solenidade de posse dos 54 deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Paraná. A sessão que marca o início da 19ª legislatura foi conduzida pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano.

brde2

Esta legislatura conta com 20 novos deputados, 32 reeleitos e outras duas parlamentares que reassumem uma cadeira na Assembleia.

Ratinho Junior reafirmou o compromisso de manter uma agenda conjunta com o Legislativo: “Vamos criar uma pauta positiva, uma agenda em defesa do Estado para poder avançar no desenvolvimento do Paraná. Mas, acima de tudo, vamos manter um bom relacionamento com a Assembleia Legislativa, o que é importante para o Paraná”.

Ele também falou sobre alguns projetos que serão encaminhados pelo Executivo, como o que propõe o fim da aposentadoria de ex-governadores e a questão das Parcerias Público-Privadas. “Este projeto já foi quase todo votado, o que falta é a redação final. Com ele concluído, teremos a lei mais moderna do Brasil na área de concessões”, afirmou.

Licenças

Na cerimônia, o deputado Ademar Traiano autorizou o licenciamento do cargo dos deputados Guto Silva e Marcio Nunes, que assumem respectivamente a Casa Civil e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo. Os suplentes Mara Lima e Hussein Bakri, que será o líder do Governo na Assembleia, também tomaram posse nessa sexta-feira.

Traiano é eleito presidente pela 3ª vez

Por 48 votos favoráveis, cinco abstenções e apenas um voto contrário, o deputado estadual Ademar Traiano (PSDB) foi eleito presidente da Assembleia Legislativa pela terceira vez consecutiva. A votação ocorreu logo após a posse dos novos deputados eleitos em 2018. O tucano não teve adversários, já que contava com apoio maciço dos aliados do governador Ratinho Junior.

O único voto contrário foi do deputado Boca Aberta Júnior (PSL), um dos 20 estreantes na legislatura. Das cinco abstenções, quatro vieram da bancada do PT: Arilson Chiorato, Professor Lemos, Luciana Rafagnin e Tadeu Veneri. O quinto a se abster foi outro novato: o deputado Luiz Fernando Guerra (PSL).

A falta de concorrentes é explicada pelo regimento da Assembleia. Ao contrário do que acontece na Câmara Federal, por exemplo, no Legislativo estadual paranaense não são permitidos candidatos avulsos aos cargos da Mesa Executiva da Casa. Para concorrer, é preciso montar uma chapa completa, com nove parlamentares.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação