Um casal de irmãos é investigado por aplicar golpes a empresas da região oeste do Paraná usando o CNPJ de um estabelecimento de Cascavel e comprando mercadorias com cheques com assinaturas falsificadas.

O caso chegou ontem às mãos da Polícia Civil, que, por meio do Setor de Estelionato, identificou duas vítimas do golpe: uma de Capitão Leônidas Marques e uma de Quedas do Iguaçu. Somadas as duas, o prejuízo causado é de R$ 25 mil.

Segundo a polícia, os irmãos usavam de forma fraudulenta o CNPJ de uma empresa de Cascavel. “Os acusados compravam as mercadorias, eletrônicos, roupas e outros objetos, e pagavam com cheques de terceiros. Só que esses cheques estavam com assinatura falsificada. O golpe foi descoberto porque uma das vítimas foi procurar a empresa de Cascavel que tem esse CNPJ e foi quando descobriu que estava sendo vítima de um estelionatário”, explica a delegada de Polícia Civil, Anna Turbay Palodetto.

Sandra Mara Macarini, 46 anos, e Roberto Carlos Macarini, 52 anos, foram reconhecidos pelas vítimas, mas não ficaram presos porque não foram autuados em flagrante. A princípio, eles responderão por estelionato.

A polícia trabalha para identificar mais vítimas e como os cheques eram adquiridos. A suspeita é de que tenham sido roubados ou furtados.

Foto: Polícia Civil

13 – Algumas mercadorias foram recuperadas pela Polícia Civil