Ânimos mais calmos

Ao contrário da sessão ordinária de segunda-feira (31), a sessão dessa terça-feira (1º) foi bem mais tranquila na Câmara de Cascavel. Mas não faltaram alguns vereadores “cutucando” uns aos outros no meio das votações. O clima ficou quente na última segunda, devido à proposta de criação de uma frente parlamentar para defender as demandas dos servidores municipais. O autor da ideia, vereador Edson Souza (MDB), foi alvo de muita ira. Isso porque circulou no fim de semana um meme que não caiu bem ao gosto dos seus “colegas”.

 

O começo

É que, a exemplo do que aconteceu com sua proposta de criar emendas parlamentares impositivas, Edson viu um esvaziamento relâmpago de assinaturas e, tal qual o outro, ficou sem condições de dar andamento no projeto. O tal meme que percorreu as redes sociais dava a entender que quem retirou a assinatura estava contra os servidores. A pressão pegou, e quem foi cobrado não gostou da consequência. Resultado: pauleira no Edson.

 

Defesa

Os vereadores usaram como argumento que sempre defenderam os servidores e que a criança da Frente seria apenas um instrumento de capitalização política, dando a entender que o único que se “beneficiaria” com isso seria o Edson de Souza. “A gana de estar no centro das atenções tem prejudicado a saúde de algumas pessoas”, alfinetou Pedro Sampaio (PSC), líder do Governo.

 

Sem picuinhas

Sem se deixar abalar, Edson Souza disse que deixará de lado as “picuinhas e as cutucadinhas”, e enfatizou que os servidores não vivem apenas de aplausos e falou que a Câmara também deveria ter uma comissão para discutir a criação do plano de cargos com os servidores.

 

Resultado

A confusão deu até mais resultado que o próprio Edson esperava. Após a poeira assentar, a Prefeitura de Cascavel informou ontem que estuda criar um plano de cargos e salários para servidores da saúde (veja mais na página 4).

 

Votação

Em um dia de pauta um pouco mais gorda que o normal, foram aprovados na sessão de ontem três projetos de lei e uma moção. O PLO 33/21 promove a concessão do Kartódromo Delci Damian e a pista será destinada a um concessionário e o restaurante para outro. O PLO 55/21 reformula o Promover, que eleva de R$ 100 para R$ 300 o crédito mensal do cartão às famílias em situação de vulnerabilidade e risco social. E o PLO 64/21, que autoriza o Poder Executivo a promover a amortização de parte do déficit técnico atuarial no Regime Próprio de Previdência Social de Cascavel (IPMC).

 

Exonerados

O prefeito Leonaldo Paranhos vai mesmo exonerar os quatro guardas municipais acusados de se exceder num episódio de roubo à casa de uma guarda, no ano passado. Eles são investigados pela polícia por crimes de tortura.