Direito ao silêncio

A Delegacia de Homicídios identificou como José Rodrigo de Matos, de 33 anos, o acusado de agredir até a morte Diogo Cesário, de 26 anos, na tarde de segunda-feira (4) perto do Viaduto Olinda Periolo, no Bairro Pacaembu, em Cascavel. José não tem passagens pela polícia e em seu depoimento inicial disse que não estava no local do crime. Segundo a polícia, ao ser confrontado com o depoimento das testemunhas que o viram agredindo a vítima, José requereu o direito de permanecer em silêncio. Ele também não informou à polícia qual teria sido a motivação da briga. José Rodrigo continua preso na carceragem da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel.

Foragida de Curitiba

A Polícia Civil de Cascavel prendeu na manhã de ontem uma jovem de 20 anos que era procurada pela Justiça de Curitiba. Karolaine Andressa Rodrigues foi condenada a cinco anos e quatro meses de prisão por um roubo praticado contra uma jovem de 17 anos em setembro de 2016. Ela reside na região central de Cascavel e foi até a 15ª SDP para registrar boletim de ocorrência de extravio de documento. De posse dos dados ela, a polícia verificou a existência do mandado de prisão expedido em setembro de 2018 pelo Juízo da 11ª Vara Criminal de Curitiba. Ela foi recolhida ao setor de carceragem, onde permanece à disposição da Justiça.

Adolescentes fujões

A Polícia Militar foi acionada para atender à fuga de dois adolescentes registrada por volta das 10h40 de ontem no Cense I (Centro de Socioeducação) de Cascavel. Segundo a PM, os jovens estavam no horário do banho de sol quando conseguiram pular o muro e escapar. No fim da tarde, a polícia confirmou que um dos fugitivos é o jovem de 17 anos que foi detido acusado de roubo seguido de estupro no Bairro Cascavel Velho no dia 30 de janeiro. O outro fugitivo não teve o crime divulgado. A polícia realiza diligências para tentar localizar os jovens.