Foi publicada no Diário Oficial da União a prorrogação por 15 dias da Consulta Pública do PlantarFlorestas (Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas). O coordenador-geral de Florestas e Assuntos de Pecuária, da Secretaria de Política Agrícola, João Salomão, explica que a medida foi necessária para atender ao setor. "Recebemos pedidos de entidades por um prazo maior, para que pudessem enviar contribuições".

A prorrogação, explicou, não vai comprometer a meta de lançar o PlantarFlorestas ainda neste ano. O programa tem ações previstas para os próximos dez anos. Um dos objetivos é aumentar em mais dois milhões de hectares a área de cultivos comerciais. Atualmente, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a área cultivada chega a 10 milhões de hectares, principalmente com eucalipto, pinus e acácia.

As florestas plantadas estão localizadas principalmente em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul, mas o volume delas no Paraná vem aumentando.

O setor tem grande participação na balança comercial brasileira. No ano passado as exportações do setor só perderam para o complexo soja, carnes e setor sucroalcooleiro. A área com florestas plantadas ocupa apenas 1% do território nacional, mas o setor é responsável por 91% de toda a madeira produzida para fins industriais.

De olho nos prazos

O Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas ficará em consulta pública até o dia 19 de outubro e as sugestões podem ser enviadas ao email [email protected]