FC Cascavel faz último treino antes do recesso

Hoje será o último dia de atividades antes do recesso, que irá desta sexta-feira até o dia 3 de janeiro

Cascavel – Em pré-temporada há cerca de 40 dias, o FCC (Futebol Clube Cascavel) dará um descanso aos jogadores para passarem as festividades de fim de ano com os familiares. Hoje será o último dia de atividades antes do recesso, que irá desta sexta-feira até o dia 3 de janeiro.

Unimed

Os cerca de 10 dias de descanso são justificados pelo treinamento intenso das últimas semanas. “Foram cerca de 40 dias de programação com prioridade para o condicionamento físico, exclusivamente. Tivemos dois jogos-treinos no período para das um pouco mais de ritmo e também para os atletas terem um pouco mais de contato com a bola. Essa folga é merecida, pois todos trabalharam bem”, avalia o auxiliar-técnico Nilson Costa, que comandou as atividades de ontem no CT Konrad/FCC.

Apesar da folga, os jogadores não poderão abusar nas festividades para não perder o que já conquistaram em percentuais de condicionamento. “Eles são profissionais e responsáveis, mas temos uma planilha de trabalho para esses dias de folga, para eles se exercitarem, fazerem academia. Têm que ter o descanso, mas não podem ficar totalmente parados”, continua Nilson.

Para o auxiliar-técnico, o ponto ideal na preparação será alcançado durante as disputas da primeira divisão do Paranaense de Futebol, que tem a primeira rodada marcada para o dia 29 de janeiro, dia no qual o FC Cascavel estreará fora de casa contra o J. Malucelli.

“Até mesmo durante o campeonato estaremos aperfeiçoando e buscando melhoras. Os jogadores estão em um bom patamar de condicionamento, pode-se considerar. Então, a partir de janeiro serão priorizados os trabalhos com a bola”, encerra Nilson.

Jogos-treinos

Os jogos-treinos realizados pelo FC Cascavel foram contra a Portuguesa Londrinense e o Batel, com vitória em ambos. Os resultados, entretanto, foram o menos importante para a comissão técnica cascavelense. “A prioridade foi dar ritmo de jogo aos atletas e pra nós percebermos como os jogadores iriam reagir, pois vêm de um trabalho físico muito forte. Eles estão se condicionando ainda, muitos chegaram mal fisicamente, mas já estão chegando ao ponto que queremos. Então, os jogos foram proveitosos, porque já conseguimos implantar uma ideia de posicionamento na equipe”, explica o auxiliar-técnico Nilson Costa, que trabalha com 20 jogadores no elenco do FCC.

 

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação