Cascavel – O secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, apresentou ontem (2) o programa Cartão Futuro a um grupo de empresários de Cascavel. A ação é voltada à empregabilidade dos jovens aprendizes. O Cartão Futuro vai atender 35 mil jovens. O programa, que tem um investimento de R$ 57,8 milhões de recursos do FIA (Fundo da Infância e da Adolescência), deliberados pelo Cedca (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescência), repassa R$ 300 por mês para cada jovem contratado e R$ 450 em caso de pessoa com deficiência ou egresso do sistema educacional.

“A iniciativa é uma das ações realizadas pelo governo para apoiar a geração de emprego e renda no Estado. O Cartão Futuro tira os jovens das ruas, garante o direito ao primeiro emprego e combate a evasão escolar, pois exige que ele esteja matriculado”, explicou o secretário.

 

AEN