O Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões retomará as visitas presenciais a partir de 4 de agosto, mediante agendamento. Os horários podem ser consultados no site da instituição, que reabre com a exposição “O Que Resta”, da artista Teca Sandrini.

“O que resta agora é só cuidar e tratar as pessoas com mais afeto e carinho”. É assim que Sandrini define sua exposição, composta por pinturas de grandes dimensões, desenhos, esculturas e objetos. “O nome se refere a uma pessoa com idade avançada, como eu. Nos meus 77 anos de idade, o que coloquei nessa exposição foi o afeto, por isso as obras são grandes, é para que o público se sinta dentro da pintura, se envolva comigo como artista”.

Nas palavras da crítica de arte Maria José Justino, que assina a curadoria da exposição, o trabalho de Teca “é inseparável de sua existência” e os papéis de criadora e criatura se confundem constantemente.

“As retinas fatigadas de Sandrini prosseguem executando a sua reforma doméstica. A pintura continua passional, dramática, brutal, moldada quase que exclusivamente pela cor, que inscreve, no branco da tela, traços cruéis e fortes”, escreve Justino em seu texto “Teca Sandrini, água de todas as possibilidades”.

A artista também trouxe acessibilidade aos deficientes visuais em sua exposição. “Nós fizemos cada trabalho com um QR Code, no qual descrevo para a pessoa como eu fiz aquela obra, porque a fiz e como eu senti”, completa a artista.

Além disso, a exposição da artista pode ser vista também de maneira digital, com uma experiência imersiva elaborada pelos fotógrafos e designers Cristiane e Ricardo Macedo. Acesse aqui o Tour Virtual.

RETOMADA – Para o retorno de suas atividades presenciais, o Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões buscou formas de proporcionar um ambiente seguro aos seus colaboradores e visitantes. Adotou o agendamento das visitas, protocolos sanitários e a certificação da Local Confiável, uma startup que faz o monitoramento local em tempo real das normas sanitárias dos estabelecimentos.

“Após a adequação do Espaço Cultural BRDE, foram instalados QR Codes e, periodicamente, enviamos relatórios e soluções para adaptar quaisquer apontamentos e manter a certificação sempre ativa”, explica a CEO da Local Confiável, Brunna Veiga.

A retomada é tratada com extrema importância e entusiasmo pelo BRDE. “Para nós, foi uma grande tristeza permanecer tanto tempo com as portas fechadas durante a pandemia. Por isso, estamos muito felizes que a arte possa trazer novamente alegria e conforto, afinal, isso também auxilia a população com a saúde mental”, afirma o vice-presidente e diretor de operações do BRDE, Wilson Bley.

A ARTISTA – Estela “Teca” Sandrini é formada em pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e tem especialização em Antropologia Filosófica pela Universidade Federal do Paraná. Trabalhou no ateliê do professor Juan Carlo Labourdette, em Buenos Aires, e no Maryland Institute of Art, nos Estados Unidos.

Entre 2011 e 2017, foi diretora cultural do Museu Oscar Niemeyer. Participou de diversas exposições coletivas e individuais no Brasil e no Exterior e possui obras em importantes acervos institucionais.

A exposição “O que resta”, de Teca Sandrini, foi selecionada pelo Programa de Artes Visuais do Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões e foi viabilizada por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba, com incentivo da Ademilar Consórcio de Imóveis.

ESPAÇO  Inaugurado em junho de 2005, o Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões, localizado em Curitiba, é mantido e coordenado pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Oferecendo uma programação gratuita, realiza exposições e atividades relacionadas à arte contemporânea, arquitetura, história e patrimônio cultural. Sua programação contempla um programa de mostras temporárias de artistas nacionais e de exposições em parceria com outras instituições culturais.

Serviço

Reabertura do Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões com exposição de Teca Sandrini

“O QUE RESTA – Teca Sandrini”

Período expositivo: de 4 de agosto a 10 de setembro

Local: Salas 1 e 2

Visitas presenciais devem ser agendadas pelo site.

Horário de visitação: de terça a sexta, 13h às 17h, mediante agendamento www.brde.com.br/palacete

Local: Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões, Av. João Gualberto, 570 – Alto da Glória, Curitiba – PR

Entrada Gratuita