COTIDIANO

Empresa responsável pela Ala de Queimados contesta valor de dívida

18 de junho de 2015 às 10:54
Publicidade

Cascavel – A Construtora Broch, ganhadora do certame para a construção da Ala de Queimados no HUOP (Hospital Universitário do Oeste do Paraná) em Cascavel, contestou as informações repassadas pela diretoria de Compras da Unioeste a O Paraná, em reportagem veiculada na edição de domingo (14).

De acordo com a empresa, todas as dívidas de 2014 foram pagas, mas estima-se que a pendência neste ano de 2015 é de aproximadamente R$ 700 mil.

“Até o momento foi medido um total de R$ 1.558.840,29, o que não se refere a pagamentos à construtora”, afirmou o engenheiro civil da construtora, João Luiz Broch.

O engenheiro disse ainda, que até agora a Broch recebeu R$ 850 mil. Ela chegou a emitir o pedido para dois aditivos, um com relação ao prazo de entrega e o outro de valor para execução de serviços inicialmente não previstos e algumas alterações que ocorreram durante a execução dos trabalhos.

A previsão de entrega da estrutura foi adiada para o segundo semestre de 2016. A Ala de Queimados terá aproximadamente três mil metros quadrados e comportará 20 leitos. Contará com cinco médicos especialistas e dez funcionários. Além de Cascavel, outras 94 cidades terão atendimento especializado no HU.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE