Foz do Iguaçu – O presidente Jair Bolsonaro e o governador Ratinho Junior lançam, em Foz do Iguaçu, nesta quinta-feira (27), a pedra fundamental para duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas. As obras terão investimento de R$ 135 milhões – 70% da Itaipu e 30% do Estado. A conclusão está prevista para julho de 2022, mesmo ano em que será entregue a segunda ponte entre Brasil ao Paraguai, a Ponte da Integração.

A solenidade de lançamento será às 11h. Além de Bolsonaro e Ratinho Junior, participam do ato os ministros Ernesto Henrique Fraga Araújo (Relações Exteriores), Bento Albuquerque Junior (Minas e Energia) e Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura. O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Joaquim Silva e Luna, e autoridades políticas e sociais de Foz do Iguaçu e região recepcionam os convidados.

A duplicação da BR-469, num trecho de 8,7 quilômetros entre o trevo da Argentina e o portão do Parque Nacional do Iguaçu, é um antigo sonho da comunidade local. A via, único acesso às Cataratas do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional, é também um importante corredor turístico, onde estão concentrados alguns dos principais hotéis e atrativos da cidade.

A obra foi anunciada por vários governos nos últimos 20 anos, mas nunca saiu do papel.

Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, a duplicação da BR-469 é extremamente necessária: “Ela complementa as demais obras de grande porte que estão sendo feitas em Foz do Iguaçu e região com recursos da usina”, afirma Silva e Luna.

O projeto da duplicação foi doado pela Itaipu. A revisão da proposta é do Fundo Iguaçu, que recebe a taxa espontânea de visitação dos turistas. O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) delegou a obra ao DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná).