Santa Tereza do Oeste – Depois de ver a casa onde morou durante 30 anos ser consumida pelo fogo na noite de segunda-feira, o auxiliar de campo Saulo Alves da Silva busca forças e ajuda para reconstruir a vida.

Ele mora em Santa Tereza do Oeste, trabalha em Cascavel e, depois do incêndio que destruir toda a residência, está na casa do irmão. “Não conseguimos salvar móveis, roupas e documentos. Agora, tenho que pensar como vou reconstruir, recomeçar a vida”, relata o homem, que morava sozinho na casa.

Ainda abalado com o sinistro, ele aceita doações de madeira, roupas e móveis.

A casa de Saulo foi completamente destruída pelo fogo, em Santa Tereza do Oeste, na noite de segunda-feira. Dois caminhões e uma carreta de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros precisaram ser deslocados até o município vizinho, a cerca de 14 quilômetros de Cascavel, para apagar as chamas.

Os bombeiros receberam as primeiras informações já dando conta de que uma residência de madeira estava completamente destruída. Porém, que havia risco de o fogo se alastrar para outras casas.

Por isso, todo o aparato de segurança foi acionado. Os bombeiros apenas contiveram as chamas e os vizinhos conseguiram salvar alguns objetos de Saulo, levando para casas ao lado.

No local, uma multidão se concentrou para acompanhar o trabalho dos bombeiros.