Direitos Humanos e Diversidade no Projovem

Projeto deu ênfase a diversidade de gênero, sexual e étnico-racial

Toledo – Aproximadamente 120 adolescentes de 15 a 17 anos inseridos no programa Projovem de Toledo participaram na última semana do evento Diversidade e Direitos Humanos. As atividades ocorreram no Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU das Artes e contou com a presença dos dez coletivos e suas equipes de referência. Essa é a primeira atividade planejada para o ano de 2019.

O Projovem é um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e se caracteriza pelas ações voltadas ao fortalecimento da convivência familiar e comunitária, visando à contribuição para o retorno ou a permanência dos adolescentes e de jovens na escola, além de criar oportunidade de acesso aos direitos e a sensibilização para os desafios da realidade social, cultural, ambiental e política de seu meio.

A diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Cinthia Regina Brun, explica a realização das atividades: “Essa atividade visa fomentar a discussão entre os adolescentes sobre esse importante aspecto que perpassa os direitos humanos, a diversidade humana”.

Cinthia reforça que, considerando a questão da diversidade humana, há inúmeras facetas a serem exploradas. O projeto, em sua primeira edição, deu ênfase a diversidade de gênero, diversidade sexual e diversidade étnico-racial do Brasil.

O tema foi trazido para diálogo a partir de duas oficinas: “Oficina da diversidade de gênero” ministrada pelo Professor Ney Arboleya e “Oficina da diversidade racial”, ministrada por Hallyson Antonio Lima dos Santos, acadêmico do curso de Ciências Sociais da Unioeste – Câmpus Toledo.

Participaram do evento também equipes de referência e execução, compostas por assistentes sociais, psicólogos, educadoras sociais e coordenadoras dos Cras (Centros de Referência de Assistência Social).



Fale com a Redação

cinco × 2 =