Devolução da taxa de inscrição para Censo 2020 começa dia 19 via aplicativo

Serão restituídos R$ 2.823.775,95 entre os 100.735 candidatos que pagaram a taxa de inscrição

O IBGE começará, a partir do dia 19 de maio, a restituir a taxa de inscrição aos candidatos do processo seletivo simplificado para o Censo 2020. A devolução será realizada por meio do aplicativo Carteira Digital bB, do Banco do Brasil, disponível gratuitamente para celulares com sistema android ou iOS. Com o adiamento do Censo para 2021 em função da pandemia do novo coronavírus, a seleção para contratar temporariamente 208.695 pessoas foi cancelada em 17 de março.

Quando usar máscara de pano

Serão restituídos R$ 2.823.775,95 entre os 100.735 candidatos que pagaram a taxa de inscrição até o cancelamento do processo seletivo. As taxas foram de R$ 35,80 para concorrer a funções de nível médio (agente censitário) e de R$ 23,61 para disputar as vagas de ensino fundamental (recenseador). Os inscritos para mais de um cargo receberão os valores em uma única parcela.

Inscritos com dados inválidos e irregularidades

A Central de Atendimento do IBGE fará contato por telefone com todos os candidatos que tenham dados de inscrição inválidos e irregularidades no CPF, a fim de viabilizar a devolução da taxa. Os candidatos com restrições de CPF junto à Receita Federal ou ao Banco do Brasil somente receberão o dinheiro de volta após a regularização das pendências com essas instituições.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

nove + dois =