Quatro pessoas foram presas pela Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) acusadas de associação para o tráfico de drogas, em Cascavel, na manhã dessa quarta-feira (6), quando foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão.

Três prisões aconteceram nos locais onde foram feitas as buscas, nos Jardins Padovani e Veneza e no Bairro Cascavel Velho, periferia de Cascavel.

Já o quarto acusado está preso em Umuarama devido a outra investigação, também pelo crime de tráfico. Segundo a delegada da Denarc, Ana Cristina Ferreira da Silva, foi cumprido o mandado de prisão contra ele, mas vai continuar preso em Umuarama.

Nas buscas, foram encontrados um revólver calibre 357 e 41 munições do mesmo calibre, um revólver calibre 38 e nove munições, porções de droga, cinco celulares e aproximadamente R$ 1,1 mil em dinheiro.

De acordo com a Denarc, um dos suspeitos já possuía antecedentes criminais por tráfico de drogas e confirmou para a polícia que comercializava a R$ 30 cada bucha de cocaína no Bairro Cascavel Velho.

Os presos foram recolhidos na carceragem da Cadeia da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel e permanecem à disposição da Justiça.

Três meses de investigação

Segundo a Denarc, a desarticulação da quadrilha ocorreu depois de três meses de investigação que levou a identificar todos os integrantes do esquema. As diligências tiveram início após uma apreensão no dia 11 de novembro de 2018 em Umuarama. Policiais receberam a denúncia e abordaram um caminhão com placas de Cascavel na PR-580, quando encontraram 211 quilos de crack escondidos na cabine do veículo. Na ocasião, o caminhoneiro – que já tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas – contou que receberia R$ 15 mil para levar a droga de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, até Santos, em São Paulo.