Você sente culpa… não merecimento? Isso pode estar acontecendo de maneira sutil não sua vida, quase imperceptível…

A realidade que você experimenta diz tudo sobre você.

Todo desconforto mostra uma resistência. Às vezes é sutil, às vezes nos acostumamos com o desconforto porque, lá no fundo, tem algo vibrando… uma memória, uma crença… uma culpa por estar melhor que alguém…

Preste atenção em você. Qualquer desconforto mostra resistência e resistência é pobreza. A resistência contribui para a improdutividade. E não tem como experimentar duas coisas ao mesmo tempo. Ou você está no + ou está no -, não existe neutralidade.

Por isso é importante se flagrar.

Se você tem pecados, lembre que todo o mundo tem. Se você tem algo em aberto, uma dor, uma mágoa, um ressentimento, entenda de uma vez por todas: ISSO CONTRIBUI PARA A SUA POBREZA! NÃO SÓ A SUA, MAS A POBREZA DO MUNDO.

 

Você tem responsabilidade. Não é sobre o outro, é sobre você. Se alguém te magoou, violou ou machucou, está na hora de se libertar, e liberar o outro também. VOCÊ NÃO É VÍTIMA! Saia desse lugar!

A sua vida é sua responsabilidade. Seu sucesso é sua responsabilidade… seu fracasso, também.

 

Converse com Deus. Aceite a sua benevolência.

Quem tem rancor acusa Deus.

Quem tem culpa acusa Deus.

Quem tem pobreza acusa Deus.

 

Como assim?

Enquanto você ficar no vitimismo, é como se você se entregasse ao castigo, e, na sua cabeça, bem inserido no seu inconsciente, existe uma ideia de que quem castiga é Deus.

Isso é pensamento de quem quer permanecer no vitimismo. De quem não quer assumir a própria vida, de quem quer continuar acusando alguém.

 

Olhe para a sua vida.

Olhe para os seus resultados… Você tem resultados? Ou percebe que nem tem?

Dedique-se, faça perguntas. O que poderia acontecer se estivesse tudo muito bom? O que estaria acontecendo na minha vida?

Pense… se está ruim, pode melhorar. Se está bom… pode melhorar… se está ótimo… também pode melhorar.

 

A vida acontece de forma cíclica. O tempo todo tudo está em movimento… o movimento é ascendente e contínuo.

Entre nesse movimento, abra sua cabeça, expanda a consciência. Decida pelo fluxo natural. A prosperidade é natural.

 

Novamente… Converse com Deus. Aceite a sua benevolência.

 

Tudo o que você vibra se mostra na sua realidade. A vibração se mostra pelas emoções, pelos sentimentos, pelos pensamentos, pelas palavras e pelas ações.

Amplie o olhar sobre si mesmo… agora mesmo.

O que se passa aqui dentro que me atrapalha?

Você quer mudança? Seja a mudança!

Você quer milagres? Seja o milagre!

Sinta! Gerencie suas emoções. Defina o que vai fazer e FAÇA!

Comece agora!

Aceite a riqueza. Deus já a te deu!