corte-coqueiro-2.JPGRIO – A leitora Sandra Athayde Nascimento, moradora de Ramos, na Zona Norte do Rio, ficou chocada ao chegar em casa e ver o coqueiro que possui na sua casa podado. Ela não gostou, fotografou e enviou a imagem para o WhatsApp do GLOBO (21 99999-9110).

? Gostaria de expressar a minha indignação com o abuso dos empregados da Light, que realizaram um corte desastroso que desfigurou um coqueiro que tenho dentro do terreno da minha casa. Tal corte não teve a minha autorização e foi absolutamente desnecessário, pois o coqueiro não atinge a rede elétrica. Quando cheguei em casa, à noite, encontrei as folhas jogadas na calçada. Invasão de domicílio e dano irreparável à flora ? reclamou a leitora.

corte-coqueiro-1.JPGA Light informou que realizou a poda do coqueiro na Rua Operário Fortes, em Ramos, em caráter emergencial, pois seus galhos estavam próximos à rede energia (que abastece um grande número de clientes). O serviço foi necessário para evitar possíveis acidentes, curtos-circuitos e interrupções no fornecimento de energia decorrentes do contato do vegetal com o circuito elétrico.

A empresa ressaltou que os técnicos que realizaram o serviço e não acessaram, em nenhum momento, o terreno do cliente. A poda foi executada por fora de seu terreno.

Sobre os galhos deixados na calçada, a Light disse que já realizou a remoção dos mesmos.

Fotografou? Fez um vídeo? Mande para o WhatsApp do GLOBO: (21) 99999-9110. Você também pode enviar seu material pelo formulário disponível aqui no site do GLOBO após um rápido cadastro.