Coritiba vence o Brasil-RS em casa e se mantém na cola do Bragantino

Equipe paranaense segue na segunda posição e apenas dois pontos atrás do primeiro colocado

Coritiba entrou em campo na noite desta terça-feira (13), diante do Brasil-RS, precisando dos três pontos para voltar à vice-liderança da Série B do Brasileirão. Jogando no estádio Couto Pereira, em Curitiba, o Coxa conseguiu a vitória graças aos gols do zagueiro Sabino e do meia Robson, que decretaram o placar de 2 a 0. 

Com o triunfo, o Coritiba chega aos 29 pontos, na segunda colocação e apenas dois pontos atrás do líder Bragantino. Já o Brasil-RS se manteve com 18 pontos, ocupando a 13ª colocação na tabela. 

O jogo 

O primeiro tempo foi inteiramente dominado pelo Coritiba. No entanto, mesmo jogando diante de sua torcida, o Coxa não conseguiu furar a defesa xavante e tirar o zero do marcador. A primeira grande chance saiu dos pés do artilheiro Rodrigão, aos nove. O camisa 9 recebeu de Giovanni e finalizou com força, levando perigo ao gol defendido por Carlos Eduardo. Dois minutos depois, foi a vez de Robson receber na marca do pênalti e finalizar. No entanto, a zaga da equipe gaúcha travou e evitou o gol do time alviverde. Aos 21, mais uma vez o goleiro Carlos Eduardo evitou o primeiro gol dos donos da casa. Após cruzamento da direita, Rodrigão subiu mais alto do que todo mundo e mandou de cabeça para o gol. Mas o camisa 1 se esticou e mandou para escanteio. A melhor chance do Brasil de Pelotas aconteceu apenas aos 47 minutos, quando Cristian fez boa jogada e finalizou em cima da Alex Muralha, que espalmou para fora. 

Na etapa derradeira, o Brasil-RS voltou levando mais perigo ao gol do Coxa Branca. Aos 11 minutos, Rafael Grampola acertou um belíssimo chute de primeira, de fora da área, e obrigou o goleiro Alex Muralha voar para fazer uma grande defesa. Quatro minutos depois, o Coritiba deu a resposta com Thiago Lopes. O meia ganhou no corpo do zagueiro Bruno Aguiar, girou e bateu para defesa de Carlos Eduardo. Aos 17, o Coritiba finalmente conseguiu estufar as redes do Xavante. Após cobrança de falta pela direita, Sabino apareceu no meio da defesa do Brasil e, de cabeça, mandou para o gol: 1 a 0. Com o domínio da partida, o Coxa ampliou aos 32 minutos. Rodrigão recebeu bola dentro da área, girou e deixou Robson na marca do pênalti, sozinho, para marcar o segundo e dar números finais ao jogo. 



Fale com a Redação

20 − dezenove =