Antes de fazer as simpatias, contudo, tenha certeza sobre o seu desejo de conquistar o par. Atraia o amor que você acredita ser o melhor para você. Também dedique um momento para o amor próprio (que pode ser fortalecido com as simpatias certas) e, assim, você ficará em harmonia com o seu coração.

Simpatia para ter um grande amor: no primeiro dia de Lua Nova, coloque dentro de uma caixa de fósforos vazia meia colher (chá) de pó de guaraná e pétalas de jasmim. Feche a caixa com uma fita azul e guarde debaixo da sua cama até a primeira noite de Lua Cheia. Então, enterre a caixa no seu jardim ou em um vaso de comigo-ninguém-pode. Após sete dias, desenterre a caixa e a jogue no lixo.

Simpatia para dominar um coração: pegue um pedaço de fita branca e um de fita vermelha. Amarre-as no seu pulso esquerdo e deixe por sete dias. No oitavo, tire as fitas e jogue-as em uma lixeira perto da sua casa, mandando embora as energias negativas que impedem que você conquiste o coração do par.

Simpatia para conquistar de vez um amor: em um sábado, coloque sete folhas de laranjeira dentro de um copo de vidro e jogue nelas algumas gotas de seu perfume preferido e um pouco de mel. Na hora que você for tomar banho, passe essa mistura no seu corpo e deixe por 5 minutos. Depois, enxágue e peça ao seu anjo da guarda para que lhe arrume um grande amor. As folhas que usou para o banho, você pode jogar no lixo.

Simpatia para atrair a pessoa que ama: pegue uma maçã vermelha e faça um buraco no centro dela. Escreva o seu nome e o nome da pessoa que você ama em um papel e coloque dentro do buraco. Cubra a maçã com um pouco de mel e embrulhe em um papel verde. Reze três Pais-nossos e duas Ave-marias, depois jogue o embrulho no lixo.

Simpatia para chamar pelo seu amor: embrulhe uma bolinha de gude com um papel escrito com o seu nome e o seu pedido. Depois, vá até um local com flores e esfregue o embrulho em suas mãos dizendo: “Meu anjo da guarda do amor, faça com que eu conquiste uma pessoa, pois não aguento mais a solidão e tanto sofrimento”. Enterre o embrulho, faça o sinal da Cruz e saia do lugar sem olhar para trás.

Fonte: João Bidu